You are on page 1of 26

Fundamentos teóricos

Aplicações
História
Átomo de
Bohr
Niels Bohr (1885/1962)
Descoberiu a estrutura do átomo e a
posição dos elétrons dentro dele.
Por isso recebeu o Nobel de Física
de 1922.
Trabalhou com Thomson e
Rutherford
Sua teoria sobre a mecânica quântica
contribuiu para o sucesso das
primeiras tentativas de fissão
nuclear.
Colaborou com as pesquisas da
Niels
Bohr
Evolução do modelo atômico
Modelo de Rutherford
Modelo ,dedeDalton
oo atual (Schrödinger
Modelo Broglie
deThomson
Bohr e Heisenberg )
por diminutas Modelo
Modelo
partículas
dedeSommerfeld
denominadas átomos
tíveis
carga positiva, como as passas num pudim. Acreditava-se que os elétrons distribuia
ncerteza
pequena
rga
químicos
efeiçoamento . com
positiva carga
do de positiva
diferentes
seria uma na núvem
Rutherford (núcleo
natureza
, de )
carga
adequandopositiva
este (àcirculares
. teoria eletrodinâmica
el , ocupam órbitas de trajetórias diferentes e elétron
elípticas ) determinad
amobabilidade
nasem torno do
de núcleo
se encontrar
, na eletrosfera
num instante qualquer um dado numa
eis , variadaspodemproporções , podemos formar, todas ,asf matérias
. solar do universo conhecidos
. que ser de quatro tipos :  s com
p ,o dsistema
olexa
como Modelo
planetário
 , devido à semelhança

atômico:
constituição
da matéria
1
2
3
4

5
6
Fundamentos
O modelo de Rutherford explicava a
maior parte dos fenômenos físicos,
mas não estava de acordo com a
teoria de Maxwell, de que cargas
aceleradas irradiam energia
Bohr usou a idéia de Planck que a
energia não seria emitida
continuamente, mas em quantum
Existiriam níveis de energia
( estados estacionários), e a
liberação ou absorção de energia
ocorreria na passagem entre esses
Modelo de Rutherford

Modelo de Bohr
O modelo aplicado ao hidrogênio
O hidrogênio é o átomo mais
simples de todos, o que levou
Bohr a aplicar seu modelo a ele,
depois generalizando as
conclusões para átomos mais
complexos
POSTULADOS

• O elétron descreve órbitas
circulares em torno do núcleo,
sendo a força de atração
eletrostática a força centrípeta
responsável por esse movimento

• Apenas algumas órbitas
estáveis bem definidas (estados
estacionários) são permitidas ao
elétron. Nelas o átomo não irradia
energia, conservando sua energia
total, sendo possível aplicar as leis
da mecânica clássica para
descrever seu movimento

•A passagem do elétron de um
estado para outro é possível
através da absorção ou liberação
de energia pelo átomo.
•Ao passar de um estado

estacionário
 
de energia E para um
de energia E’, temos

N e ssa fó rm u la , h é a co n sta n te d e
P la n ck , e f, a fre q u ê n cia d o fó to n
a b so rvid o

• As órbitas permitidas ao elétron
são aquelas em que o momento
angular orbital do elétron é
múltiplo inteiro de h, onde
•  

A ssim , se n d o m a m a ssa d o
e lé tro n , v a ve lo cid a d e o rb ita l, r o
ra io d a ó rb ita d e scrita , te m o s:
 
(com
n=1,2,3,4...)
Cálculo do raio
Com base nos postulados, Bohr
conseguiu calcular os raios das
órbitas permitidas e os
comprimentos de onda
associados
Para o primeiro nível (Raio de
Bohr)
 

Para os demais níveis


 
Cálculo da energia dos níveis
 

• Essa fórmula é conhecida como


fórmula de Bohr, e permite calcular
com precisão os níveis de energia do
hidrogênio, mas falha no caso de
átomos com maior número de
elétrons
Espectro de emissão
Se o elétron volta ao seu estado
fundamental, emite a energia
que recebeu através de ondas
eletromagnéticas
Como os níveis energéticos são
definidos, as cores emitidas são
sempre as mesmas
Cada gás possui um espectro de
emissão característico.
O modelo de Rutherford/Bohr foi o
primeiro a conseguir explicar o
Imperfeições
Não existe justificativa para os
postulados dos estados
estacionários e da quantização
do movimento angular
O modelo não se aplica a átomos
mais complexos
Esses ‘defeitos’ foram corrigidos
posteriormente com a equação
de Schrödinger e a mecânica
quântica

APLICAçõES
Na física
Comparação entre as
intensidades das forças
gravítica e elétrica entre o
próton e o elétron, no átomo de
hidrogênio.
Determinação do módulo da
velocidade orbital do elétron,
em torno do próton, no átomo
de hidrogênio
Na prática
Lâmpadas fluorescentes
Lâmpadas LED
Raios X
Fogos de artifício
Imagens
 http://www.counterbalance.org/media/bohr-lg.jpg
 http://
www.cneq.unam.mx/cursos_diplomados/diplomados/medio_superior/ens_3/portafolios/quimica/equipo5/image
 http://cientistaonline.files.wordpress.com/2008/03/dalton1.jpg
 http://1.bp.blogspot.com/_
GbR2s4ObUxs/STfguy14k_I/AAAAAAAAAAs/dkqLDEa_C8I/s320/thomson%255B1%255D.jpg
 http://1.bp.blogspot.com/_TyiNuri3atc/TAfaq8eQ7pI/AAAAAAAAAQo/V84EbCgN0io/s1600/ErnestRutherford2.jpg
 http://www.ihep.ac.cn/kejiyuandi/zhishi/nobel/bohr.jpg
 http://th.physik.uni-frankfurt.de/~jr/gif/phys/sommerfeld.jpg
 http://www.humanthermodynamics.com/schrodinger-photo_op_499x800.jpg
 http://iwan.chem.tu-berlin.de/~lehre/pc/scripte/scriptziessow/global_images/scientists/broglie1.gif
 http://www.humboldt-foundation.de/pls/web/docs/F10872/werner_heisenberg.jpg
 http://2.bp.blogspot.com/_ozINmXqXGNU/SRckHG7AhiI/AAAAAAAAAAw/YEjuqivWXzQ/s400/dalton.gif
 http://
ar.kalipedia.com/kalipediamedia/cienciasnaturales/media/200709/24/fisicayquimica/20070924klpcnafyq_29.G
 http://www.pps.k12.or.us/district/depts/edmedia/videoteca/curso2/htmlb/GRA_379.GIF
 http://
upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/7/75/Sommerfeld_ellipses.svg/250px-Sommerfeld_ellipses.sv
 http://
www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/fisico_quimica/10historiadoatomo/10historiadoatomo
 http://www.agracadaquimica.com.br/imagens/artigos/model%20bohr.jpg
 http://cepa.if.usp.br/e-fisica/imagens/moderna/universitario/cap02/fig361a.gif
 http://www.iped.com.br/sie/uploads/15380.jpg
 http://stoa.usp.br/fap0181/files/193/634/figura5.jpg
 http://electronicadoindico.com/images/Lampada%20Fluorescente.jpg
 http://colunistas.ig.com.br/curioso/files/2010/02/led012.jpg
Bibliografia
Física para cientistas e
engenheiros, Volume 3, Paul
Tipler e Gene Mosca
Os Fundamentos Da Física - Vol. 3
- Ramalho, Nicolau, Toledo
Niels Bohr – disponível em:
www.algosobre.com.br/biografias/n
- Acesso em 05/11/2010