You are on page 1of 12

EDUCACIONAL

Física
Gravitação Universal

01. Dois satélites A e B orbitam em torno de um planeta de raio 03. (UFOP-MG) A segunda lei de
R. A está a uma altitude de 3R e B a uma altitude de 5 R. Kepler (Lei das Áreas) estabelece
Sendo T o período de A, determine o período de B. que a linha traçada do Sol a
Resolução qualquer planeta descreve áreas
iguais em tempos iguais.
RA = 4R Determine em qual trecho, AB ou
R A B CD, da órbita do planeta a
RB = 6R
3R velocidade dele é maior,
TA = T 5R justificando a resposta com base
na lei citada.
T2 Resolução
Da 3a Lei de Kepler: = constante
R3 A velocidade é maior no trecho CD, pois como a distância até o
Sol é menor, o arco percorrido deve ser maior para que a área seja
2
TA TB2 2
TA TB2 a mesma.
= ⇒ =
R 3A R 3B ( 4R )3 (6R )3
04. O satélite Intelsat III, usado pela Embratel, tem um período
T2 63 63 T. Se sua massa fosse duplicada, seu período seria:
TB2 = (6R ) .
3
⇒ TB2 = T 2 ⇒ TB = T
(4R )3 43 43 a) T' = 1/3 T d) T' = 9T
TB ≅ 1, 83 T b) T'= 3T e) T' = 1/9 T
c) T' = T

Resolução
02. O peso de um corpo em determinado planeta é P. Se O período não depende da massa, e sim do raio de órbita.
duplicarmos a massa e triplicarmos o raio do planeta, qual Alternativa C
será o novo peso do corpo, supondo este corpo na
superfície?
05. (UF-MA) No sistema solar, um planeta em órbita circular
Resolução: de raio R demora dois anos terrestres para completar uma
revolução. Em anos terrestres, qual o período da revolução
GMm de outro planeta, em órbita de raio 2 R?
FG = =P
R2 R
a) 5, 6 b) 8 c) 3, 1 d) 7
Se R' = 3R
Resolução
M' = 2M temos:
T12 T22 T12 . R 32 23 . R 3
= ⇒ T2 = = . T1 = 8 . T 1
F'G = G
2M . m
=2
GMm
=
2
P R13 R 32 R13 R3
(3R )2 9 R2 9
Mas T1 = 2 anos ⇒ T2 = 2 8 = 4 2 = 5,6 anos

FISCOL-MED0702-R 1
2 FÍSICA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
EDUCACIONAL

06. Assinale a proposição correta: Resolução

a) Cada planeta se move numa trajetória elíptica, tendo o (2a Lei de Kepler) ⇒ Alternativa B
Sol como centro.
b) A linha que liga o Sol ao planeta descreve áreas iguais
em tempos iguais.
c) A linha que liga o Sol ao planeta descreve, no mesmo
tempo, áreas diferentes.
d) A velocidade areolar de um planeta é variável.
e) O período de revolução de cada planeta é diretamente
proporcional ao semi-eixo maior da correspondente
elipse.

07. A Segunda Lei de Kepler permite concluir que: Resolução


a) o movimento de um planeta é acelerado quando ele se No periélio o planeta está mais próximo do Sol e, portanto, tem
desloca do afélio ao periélio. velocidade maior.
b) o movimento de um planeta é acelerado quando ele se
desloca do periélio ao afélio. Alternativa A
c) a energia cinética de um planeta é constante em toda a
sua órbita.
d) quanto mais afastado estiver o planeta do Sol maior a
sua velocidade de translação.
e) a velocidade de translação de um planeta é mínima no
ponto mais próximo do Sol.

08. Um corpo de 6 kg encontra-se a uma altura igual ao dobro Resolução:


do raio terrestre. Considerando que na superfície terrestre
GMm GMm m 60
a aceleração da gravidade seja de 10 m/s2, o peso desse P= = =g. = = 6,6 N
corpo na altura citada é de aproximadamente: (R + 2R )
2
9 R2 9 9

Alternativa B
a) 60 N
b) 6,6 N
c) 600 N
d) 66,6 N
e) 60,6 N

09. (UFOP-MG) Um satélite descreve órbitas circulares em Resolução:


torno da Terra, a 270 km da superfície. Considerando RT ac = g(h)
o raio da Terra igual a 6460 km, M a sua massa de 5,98 V2 GM

x 1024 kg e G = 6,67 x 10−11 N . m2/kg2, calcule:
=
R + h (R + h)2

a) seu período; GM 6,67 x 10 −11 . 5,98 x 10 24


V= = = 7 700 m/s
R+h 6460000 + 270000
b) sua velocidade orbital.
2π 2π 2π (R + H)
T= = = = 5 500 s = 1,5 h
ω V /(R + H) V

FISCOL-MED0702-R
EDUCACIONAL
GRAVITAÇÃO UNIVERSAL FÍSICA
3
10. (FAMECA) Admitindo que a aceleração da gravidade ao Resolução:
nível do mar seja g, pode-se dizer que, a uma altitude igual
ao raio da Terra acima do nível do mar, um satélite de 4 kg, GM GM GM g
ac = = = =
descrevendo uma órbita circular no plano equatorial, estaria (R + h ) 2 (2R) 2 4R 2 4
sujeito a uma aceleração centrípeta igual a:
Alternativa A
a) g/4 b) g/2 c) 2g d) 4g e) n.d.a.

11. (FAMECA-SP) A massa da Lua é 0,0125 vezes a massa da Resolução:


Terra e o raio lunar é 0,273 vezes o raio terrestre. Sendo a
aceleração da gravidade terrestre igual a 981 cm/s2, a G M lua G . 0,0125 . M T
aceleração da gravidade lunar será de: glua = 2
= = 164,53 cm/s2
R lua (0, 273 R T )2
a) 0,0102 cm/s2
b) 214,25 cm/s2 Alternativa C
c) 164,53 cm/s2
d) 20,56 cm/s2
e) 15,7 cm/s2

12. (UFOP-MG) O peso de um corpo ao nível do mar é P0. Resolução:


Supondo que a Terra é uma esfera de raio R, o peso P desse
GM
R P0 =
corpo, a uma altitude h = , é: R2
2
GM GM 4 GM 4
P= = = = P
P 2 2 9 R2 9 0
a) P = 0  R  3R 
2
d) P = 2 P0 R + 2   2 
   
4 9
b) P = ⋅ P0 e) P = ⋅P Alternativa B
9 4 0
c) P = P0

13. (MED. Barbacena-MG) Um satélite em órbita circular em Resolução:


torno da Lua tem período nove vezes maior que o de um ac = g(h)
satélite em órbita circular de mesmo raio em torno da Terra. V2 GM GM 2π
Conclui-se que o valor da razão entre a massa da Terra e a = 2 ⇒ V= , mas V = ω . d e ω =
d d d T
massa da Lua é igual a: 2π 2π d
V= .d ⇒ T=
T V

a) 3 d d3
b) 9 Substituindo, temos: T = 2π . d . = 2π
GM GM
c) 27
d3 d3
d) 81 TL = 2π e TT = 2π
G ML G MT
e) 243
TL d3 G MT MT
Logo: = . =
TT G ML d3 ML
Elevando ao quadrado:
M T  TL 2
= 92 = 81 ⇒ Alternativa D
M L  TT 
=

FISCOL-MED0702-R
4 FÍSICA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
EDUCACIONAL

14. Considerando RT o raio da Terra e g a aceleração da Resolução:


gravidade na superfície terrestre, qual a distância d entre o
GMm P0 GMm GMm
centro da Terra e uma partícula de massa m, para que esta P0 = ⇒ P= ⇒ = 2
tenha a metade de seu peso na superfície?
2
RT 2 d2 2R T

a) d = RT 2 d = RT 2
b) d = 2RT Alternativa A
c) d = RT
RT
d) d =
2
e) d = 2 R T

15. (UFOP-MG) Um objeto colocado entre dois planetas fica em Resolução:


equilíbrio sob a ação das forças destes. Sabendo que a
massa do planeta A é maior que a massa do planeta B, o Como mB < mA, tal posição deve ser mais próxima de mB.
ponto que pode representar essa posição é:
Alternativa B
a) P1 P1
b) P2 P4 P3 P2
mA mB
c) P3
d) P4 P5
e) P5

16. (FUVEST) A razão entre as massas de um planeta e de um Resolução:


satélite é 81. Um foguete está a uma distância R do 81 m m
A
planeta e a uma distancia r do satélite. Qual deve ser o valor Planeta → 81 m
da razão R/r, para que as duas forças de atração sobre o satélite → m 144444244444
3 14243
R r
foguete se equilibrem?
a) 1 G . 81m . m F G . m . mF R2 R
b) 3 = 2 ⇒ = 81 ⇒ =9
R 2 r r2 r
c) 9
d) 27 Alternativa C
e) 81

17. (UF-PA) A Terra, ao descrever sua órbita em torno do Sol, Resolução:


passa pelos pontos A, B, C e D, conforme mostra a figura
abaixo. Se o tempo gasto pelo nosso planeta para ir de A a Áreas iguais são varridas em tempos iguais (Segunda Lei de Kepler).
B é igual ao tempo que ele gasta para se deslocar de C a D,
podemos afirmar que as áreas, A1 e A2, hachuradas na
figura, satisfazem a relação: Alternativa D

a) A1 = 2A2
C B
b) A1 = 2 A2
c) A1 = 3 2 A2 A1
A2
d) A1 = A2
A
e) A1 = 2 D
2

FISCOL-MED0702-R
EDUCACIONAL
GRAVITAÇÃO UNIVERSAL FÍSICA
5
18. (UF-MG) Tendo em vista as leis de Kepler sobre o Resolução:
movimento dos planetas, pode-se afirmar que:
a) É o contrário. Quanto mais distante, menor a força de atração.
a) a velocidade de um planeta, em sua órbita, aumenta à c) O período de revolução de um planeta não depende de sua massa.
d) Não existe relação entre o dia e o ano de um planeta.
medida que ele se afasta do Sol
e) O Sol está num dos focos da elipse, deslocado do centro.
b) o período de revolução de um planeta é tanto maior
quanto maior for sua distância do Sol Obs.: Mesmo que alguma dessas alternativas fosse correta,
c) o período de revolução de um planeta é tanto menor nenhuma delas seria descrita pelas Leis de Kepler.
quanto maior for a sua massa
d) o período de rotação de um planeta, em torno do seu 1a Lei: Órbitas elípticas com o Sol num dos focos.
eixo, é tanto maior quanto maior for seu período de 2a Lei: Áreas iguais em tempos iguais.
revolução 3a Lei: T 2 = k . R3
e) o Sol se encontra situado exatamente no centro da
órbita elíptica descrita por um dado planeta Alternativa B

19. (UF-PA) Dois satélites, 1 e 2, de um mesmo planeta têm Resolução:


períodos que satisfazem à relação T2 = 2T1. Então, a
razão R1/R2 entre os raios das órbitas desses satélites
T12 T2 R13 T2 R1 T2
é igual a: = 2 ⇒ = 1 ⇒ = 3 1
R13 R 32 R 32 T22 R2 T22

a) 1/2 b) 3 1/ 4
R1 T12 T12 R1 1
= 3 = 3 ⇒ = 3
c) 1/2 2 d) 2 2 R2
(2T1 ) 2 4T12 R2 4

e) 4 Alternativa B

20. (UF-RN) Se a massa da Terra não se alterasse, mas o seu Resolução:


raio fosse reduzido à metade, o nosso peso seria:
GM
a) reduzido à quarta parte g=
R2
b) reduzido à metade
c) o mesmo R GM GM 4 GM
se R’ → : g’ = = = GM . =4
2 2 2
d) dobrado 2 R R R R2
e) quadruplicado 2 4
 
∴ g’= 4g como P = m . g Alternativa E

21. (PUC) A força exercida pela Terra sobre um objeto bastante Resolução:
distante de sua superfície é F. Se a distância desse objeto GMm
ao centro da Terra for dobrada, qual será o novo valor da F=
força exercida pela Terra? d2
GMm GMm 1 GMm
se d’ → 2d : F’ = = = .
(2d )2 4d 2 4 d2

1 F
F’= F ⇒ F’ =
∴ 4 4

FISCOL-MED0702-R
6 FÍSICA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
EDUCACIONAL

22. (FUVEST) Se fosse possível colocar um satélite em órbita Resolução:


rasante em torno da Terra, o seu período seria T. Sendo G satélite rasante ⇒ distância R
a constante de gravitação universal, expresse a massa FCP = P
específica (densidade média) da Terra em função de T e G.
m v2 GMm GM
= ⇒ v=
R R2 R

2πR 2πR R3
mas v= ⇒ T= ⇒ T = 2π
T v GM

4 π2 R 3 4 π2 R 3
∴ T2 = ⇒ M=
GM G T2
4
esfera ⇒ V = π R3
3
M 4 π2 R 3 3 3ð
então: d = = . ⇒ d=
V GT 2 4πR 3 G T2

23. (MED-ABC) Marte tem dois satélites: Fobos, que se move Resolução:
em órbita circular, de raio 9 700 km e período 2,75 x 104s,
e Deimos, que tem órbita circular de raio 24 300 km. O TD 2 TF2 R D3 R D3
= ⇒ TD2 = TF2 . ⇒ TD = TF .
período de Deimos, expresso em segundos, é um valor R D3 R F3 R F3 R F3
mais próximo de:
a) 2,2 x 104 24 3003
TD = 2,75 x 104 . = 2,75 x 104 . 3,97 = 10,9 x 104 s
b) 8,2 x 104 9 7003
c) 1,1 x 105 ∴ TD = 1,09 . 105 s
d) 2,2 x 106
e) 1,1 x 107 Alternativa C

24. (UNISA) Seja g a intensidade da aceleração da gravidade Resolução:


na superfície terrestre. A que altura acima da superfície a G.M G.M g G.M
aceleração da gravidade tem intensidade 1/2 g ? g= g’ = = =
R2 (R + h)2 2 2 R2
Considere a Terra uma esfera de raio R.
G.M G.M
∴ = ⇒ (R + h)2 = 2 . R2 ⇒ R + h = R 2
2R 2 (R + h)2

h = R 2 − R ⇒ h = R( 2 − 1)

25. (CESGRANRIO) Sabendo que a massa da Lua é 0,012 vezes Resolução:


a da Terra, que o raio da Lua é 0,27 o da Terra, e que a
G . 0,012M T . m . h
τp = P . h =
G ML . m
aceleração gravitacional terrestre é de l0 m/s2, o trabalho .h= =
R 2L (0, 27 R T ) 2
necessário para erguer na Lua um corpo de 10 kg, até a altura
de 40 m, será de: G MT
= 0,164 . 2
. m . h = 0,164 mgh
a) 177,7 J RT
b) 710,8 J
c) 820 J ∴ τp = 0,164 . 10 . 10 . 40 ≈ 656 J
d) 900 J
Alternativa E
e) 656 J

FISCOL-MED0702-R
EDUCACIONAL
GRAVITAÇÃO UNIVERSAL FÍSICA
7
26. A aceleração da gravidade (g) na superfície de um planeta Resolução:
é dada por
Se considerarmos o efeito de rotação da Terra, concluímos que a
G: constante universal de gravitação gravidade aumenta com a latitude, logo a 1a afirmação está errada.
GM , onde: M: massa do planeta
g= 2
Alternativa C
R
R: distância do centro do planeta ao
ponto onde se quer calcular g

Considerando o formato real da Terra, uma pessoa afirmou


que:

I. ao nível do mar, g no Rio de Janeiro é maior que g nas


Malvinas (próximas do sul da Argentina);
II. mesmo considerando que Belo Horizonte e Rio de Janeiro
estejam praticamente na mesma latitude, em Belo
Horizonte g é menor que no Rio de Janeiro;
III. no Pico Everest (Ásia) g é menor do que 9,8 m/s2.

Dessas afirmações, estão (está) corretas(a):

a) somente I e II. d) I, II e III.


b) somente I e III. e) somente III.
c) somente II e III.

27. (MED.Barbacena-MG) Dois satélites, (l) e (2), giram em Resolução:


torno da Terra em órbitas circulares idênticas, sendo que
m1 > m2. Pode-se afirmar que: As velocidades e os períodos não dependem da massa dos satélites.

a) a velocidade escalar de (l) é maior que a de (2). Alternativa E


b) o período de (1) é maior que o de (2).
c) a força de atração entre a Terra e os satélites (1) e (2) tem
a mesma intensidade.
d) as acelerações de (l) e (2) são diferentes.
e) as velocidades e os períodos de (l) e (2) são
respectivamente iguais.

B
28. (FATEC) Considere um satélite Resolução:
em órbita em torno da Terra
passando pelos pontos A, B, C e A velocidade deve ser tangente à trajetória.
D, nesta ordem. Quando o satélite C A
Alternativa B
está em:

a) A, a força sobre ele pode ser


representada pelo vetor →. D
b) B, sua velocidade pode ser representada pelo vetor ← .
c) C, a força que ele exerce na Terra pode ser representada
pelo vetor → .
d) D, a força sobre ele pode ser representada pelo vetor ←.
e) B, a aceleração do satélite pode ser representada pelo
vetor ←.

FISCOL-MED0702-R
8 FÍSICA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
EDUCACIONAL

29. (CESGRANRIO) O diâmetro de Urano é quatro vezes maior Resolução:


do que o diâmetro da Terra e sua massa é 14,7 vezes maior
do que a massa terrestre. Assim, pode-se estimar que a razão Ru = 4 RT 
entre a intensidade do campo gravitacional na superfície de Mu = 14,7 MT 
Urano (gU) e a intensidade do campo gravitacional na
superfície da Terra (gT) vale: G Mu G . 14,7 M T G MT
gu = = = 0,9 = 0,9 g T
g gU R u2 2
16 R T 2
RT
a) U = 0, 27 d) = 3,68
gT gT
gU gU Alternativa B
b) = 0,92 e) = 5,88
gT gT
gU
c) = 1,09
gT


30. (UFMA) Seja F a força de atração do Sol sobre um Resolução:
planeta. Se a massa do Sol se tornasse três vezes maior, a do
planeta, cinco vezes maior, e a distância entre eles fosse GMm G . 3M . 5m GMm
reduzida à metade, a força de atração entre o Sol e o F= F' = = 60 = 60 F
d2 (d / 2) 2
d2
planeta passaria a ser:
Alternativa D
a) 3 F
b) 15 F
c) 7,5 F
d) 60 F

31. (UF-GO) Dois satélites artificiais descrevem uma mesma Resolução:


órbita circular de raio r em torno da Terra. Sendo m1 a massa
do primeiro satélite e m2 = 2 m1 a massa do segundo satélite, V1 = V2 = V, pois as velocidades não dependem da massa.
qual a relação entre suas velocidades tangenciais v1 e v2?
Considerando o raio da Terra R = 6,4 x 106 m e a aceleração V2 GM GM R
ac = g(h) ⇒ = ⇒ V2 = (2R) = g .
da gravidade g = 10 m/s2, determine também a velocidade do R + r (R + r)2 (2R) 2 2
primeiro satélite quando este estiver numa órbita r = 2 R.
10 . 6, 4 x 106 8 . 103
∴ V= = = 5656,9 m/s
2 2

32. (UNICAMP) O Japão é um país diametralmente oposto ao Resolução:


Brasil, no globo terrestre. Quer-se enviar correspondência
do Japão ao Brasil por um satélite em órbita rasante sobre GM
a) a = ac = g = = 10 m/s2
a Terra. Adote o raio da Terra R = 6400 km, g = 10 m/s2, R2
π = 3,14 e despreze a resistência do ar. Considere que o
satélite tem velocidade de módulo constante e que é razoável
desprezar o movimento de rotação da Terra para este fim. V2
b) = 10 ⇒ V = 10 . R
R
a) Qual a aceleração do satélite? ∆S ∆S π.R 3,14 . 6400 . 103
b) Quanto tempo leva a correspondência para chegar ao V= ⇒ ∆t = = = = 2512 s
∆t V 10 R
Brasil? 10 . 6400 . 103
∴ ∆t = 42 minutos

FISCOL-MED0702-R
EDUCACIONAL
GRAVITAÇÃO UNIVERSAL FÍSICA
9
33. (FUVEST) Dentro de um satélite em órbita em torno da Resolução:
Terra, a tão falada “ausência de peso”, responsável pela
a) Absurdo! Força gravitacional é uma força de campo.
flutuação de um objeto dentro do satélite, é devida ao fato
de que: b) g não tem nada a ver com Patm.
a) a órbita do satélite se encontra no vácuo e a gravidade c) Isso só ocorre num único ponto do espaço. Não é necessário
não se propaga no vácuo
haver equilíbrio de forças para que haja imponderabilidade.
b) a órbita do satélite se encontra fora da atmosfera, não
sofrendo assim os efeitos da pressão atmosférica d) Absurdo! Força centrífuga é uma força fictícia, um artifício
c) a atração lunar equilibra a atração terrestre e, matemático para se aplicar as Leis de Newton num referencial
conseqüentemente, o peso de qualquer objeto é nulo
não inercial.
d) a força de atração terrestre, centrípeta, é muito menor
que a força centrífuga dentro do satélite Alternativa E
e) o satélite e o objeto que flutua têm a mesma aceleração,
produzida unicamente por forças gravitacionais

34. (UF-RN) A figura representa a órbita de um planeta em Resolução:


torno do Sol. O planeta varre a área A num tempo tA, com
velocidade média VA; e a área B num tempo tB, com Áreas iguais em tempos iguais
velocidade média VB. Sendo a área A igual à área B,
Mais próximo ⇒ maior força ⇒ maior velocidade
podemos afirmar que:
∴ tA = tB e VA > VB
a) VA > VB e tA = tB
b) VA < VB e tA < tB Sol Alternativa A
c) VA > VB e tA > tB A B
d) VA < VB e tA = tB
e) VA = VB e tA > tB

35. (FATEC) As leis de Kepler regem os movimentos dos Resolução:


planetas em torno do Sol. Qual é a alternativa correta ?
“Áreas iguais em tempos iguais”.
a) a órbita de um planeta não pode ser circular
b) o movimento de um planeta não pode ser uniforme
c) a velocidade linear de um planeta (V = DS/Dt) é tanto Vafélio < Vperiélio

maior quanto mais distante ele for do Sol


d) a velocidade linear de um planeta é menor no afélio Alternativa D
(ponto mais distante do Sol) do que no periélio (ponto
mais próximo ao Sol)

36. (MACK) Dois satélites de um planeta têm períodos de Resolução:


revolução de 32 dias e 256 dias, respectivamente. Se o raio
da órbita do primeiro satélite vale 1 unidade, então o raio T12 T22 T22 T2
da órbita do segundo será, em unidades: = ⇒ R 23 = R13 . ⇒ R2 = R1 . 3 2
R13 R 23 T12 T12
a) 4
b) 8 2562
c) 16 R2 = 1 . 3 ⇒ R2 = 4 unidades
322
d) 64
e) 128 Alternativa A

FISCOL-MED0702-R
10 FÍSICA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
EDUCACIONAL

37. (MED Itajubá-MG) De quantos anos seria, aproxima- Resolução:


damente, o período de um planeta, girando em torno do
Sol, se sua distância ao centro de gravitação fosse de
TP 2 TT 2 R P3 R P3
8 vezes a distância Terra-Sol ? = ⇒ TP2 = TT2 . ⇒ TP = TT .
R P3 R T3 R T3 R T3

(8R T )3 83 R T3
mas RP = 8RT ⇒ TP = 1 . = = 83
R T3 R T3
TP ≅ 22,63 anos

38. (FUVEST) A razão entre as massas de um planeta e de um Resolução:


satélite é 81. Um foguete está a uma distância R do planeta
R
e a uma distância r do satélite. Qual deve ser o valor da 6444447444448 →
FS
razão R/r para que as duas forças de atração sobre o 81 m →

foguete se equilibrem?
FP M 14
42443m
r

a) 1 foguete
b) 3
c) 9 G . 81m . M G.m.M R2 R
d) 27 = ⇒ = 81 ⇒ =9
R2 r2 r2 r
e) 81
Alternativa C

39. (MED Itajubá-MG) Se a massa da Lua é cerca de 1/81 da Resolução:


massa da Terra, e se a distância de seu centro ao centro da → →
81 m FT M FL
Terra é 60 vezes o raio terrestre, a que distância do centro
m
da Terra a força gravitacional exercida pela Lua sobre uma R 60 R
64444444
474444444
48
nave espacial que vai em trajetória reta da Terra para a Lua
(reta que une os centros dos dois corpos celestes) terá a 14444244443 1442443
mesma intensidade da força gravitacional exercida pela Terra x 60R − x
sobre a referida nave?
G . 81m . M G.m.M
= ⇒ 81 . (3 600R2 − 120Rx + x2) = x2
x2 (60R − x)2

291 600R2 − 9 720R . x + 81x2 − x2 = 0 ⇒


80x2 − 9 720 R . x + 291 600 R2 = 0 (÷40)
2x2 − 243R . x + 7 290R2 = 0
∆ = (−243R)2 − 4 . 2 . 7 290R2 = 729R2

243R ± 27R
x= ⇒ x1 = 67,5 R (não convêm)
4
x2 = 54R

FISCOL-MED0702-R
EDUCACIONAL
GRAVITAÇÃO UNIVERSAL FÍSICA
11
40. (SANTA CASA) A força gravitacional com que a Terra 43. (UF Rural-RJ/97) Um corpo de massa M2 é atraído por um
atrai a Lua:
corpo de massa M1 de acordo com a lei da atração
a) é menor do que a força com que a Lua atrai a Terra gravitacional dada pela expressão:
b) é a mesma para todos os planetas
c) é pouco maior do que a força com que a Lua atrai a
F =
c
G . M1 . M 2 h (1)
Terra 2
r
d) é de mesma natureza da força que faz uma fruta cair
de uma árvore onde G é a constante universal da gravitação e r é a
e) é uma força nuclear
distância entre as massas M1 e M2. Sabemos, também,
Resolução: que a terra atrai um corpo de massa m de acordo com a
Peso ⇒ força de campo (campo gravitacional). expressão:
F = m . g (2)
Alternativa D

onde g, igual a 10 m/s2, é a aceleração da gravidade


41. (UCSAL-BA) Um astronauta dentro de um satélite em próxima à superfície terrestre.
órbita geoestacionária (parado em relação à Terra) tem a
sensação de flutuar dentro do satélite porque: Pergunta-se se as expressões (1) e (2) são independentes
entre si ou se uma é um caso particular da outra. Justificar
a) a posição do satélite é muito alta e a atração a resposta.
gravitacional é desprezível Expressão (1)
b) tanto o satélite como tudo o que está em seu interior M2
têm a mesma aceleração
c) tanto o satélite como o astronauta estão no vácuo,
onde a força gravitacional não se propaga r
M1
d) a atração gravitacional terrestre é compensada pela
atração gravitacional lunar
e) a atração gravitacional terrestre é compensada pela
atração gravitacional solar
Expressão (2)
Resolução:
A aceleração é a mesma.
MT
Alternativa B
RT

m
42. (UFViçosa-MG/98) Uma estudante, em uma região
próxima ao Equador, observa um satélite geo-estacionário,
parado em relação à superfície terrestre. Explique, em
termos da velocidade e da aceleração, por que ele
Resolução:
parece estar parado em relação à Terra.
Uma é caso particular da outra. Adote um corpo de massa m situado
Resolução: na superfície da Terra (MT, RT).

A estudante e o satélite possuem a mesma velocidade angular. G . MT . m


Como o satélite tem um raio maior, ele tem velocidade linear
F= RT2 ⇒ G, MT e RT são constantes
maior que a da estudante. Como eles possuem o mesmo período
de órbita, o satélite parece estar em repouso em relação à estudante.
g
Com relação à aceleração, temos que o satélite tem uma aceleração
maior que a do observador. ∴ F=m.g

FISCOL-MED0702-R
12 FÍSICA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
EDUCACIONAL

44. (PUC) Considere um planeta hipotético em órbita circular Resolução:


em torno do sol. O raio da órbita do planeta é suposto
quatro vezes maior que o raio da órbita terrestre, também
suposta terrestre. Qual o período de translação do referido TP2 T2 R3 R 3P
= T ⇒ TP2 = TT2 . P ⇒ TP = TT2 .
planeta, medido em anos terrestres? R 3P R 3T R 3T R 3T

mas RP = 4 RT

(4R T )3 64 R 3T
∴ TP = T T . = TT . ⇒ TP = 8 TT
R 3T R 3T

45. (MED Itajubá-MG) Qual dos gráficos abaixo melhor Resolução:


representa a variação da força de atração gravitacional F
entre duas massas puntiformes, suficientemente distantes Quando r aumenta, F cai ⇒ hipérbole equilátera
de qualquer outra massa, separadas por uma distância r ? (não é do 1o grau)

F F Alternativa E
a) b)

r r

F F
c) d)

r r

F
e)

FISCOL-MED0702-R