You are on page 1of 11

República de Angola

Colégio Caridade

Trabalho De Biologia

Tema Métodos Contraceptivos

pg. 1
Trabalho De Biologia
Tema Métodos Contraceptivos

Grupo Constituído Pelos Seguintes Membros:

23º Samira Fragoso......................

24º Rodeth Francisco ......................

33º Emanuel Lourenço G. ......................

25º Stenio L. Da Rocha ......................

Introdução

pg. 2
Tema este que é bastante conhecido e muitos não têm a sua noção, este
mesmo tema denominado como Métodos Contraceptivos dos órgãos
sexuais.
O que são métodos contraceptivos?
 São métodos anticoncepcionais que têm por objetivo evitar a gravidez,
impedindo que haja o encontro do espermatozóide com o óvulo maduro
na trompa uterina.
Como actuam os métodos contraceptivos?
 Existem vários mecanismos de acção (MA):
A. Impedir a ovulação
B. Evitar a penetração dos espermatozóides no útero
C. Impedir a fertilização e/ou implantação
D. Destruir os espermatozóides
E. Conhecer o período fértil para nele evitar ter relações sexuais
Como é avaliada a eficácia dos métodos contraceptivos?
 Através do “Índice de Pearl” (IP) que representa o número de
gravidezes por cada 100 mulheres após 12 meses de utilização de
determinado método. Quanto mais alto é o IP, menor é a eficácia do
método contraceptivo.
O que é a pílula do dia seguinte?
 É uma contracepção de emergência no caso de acontecer algum
acidente ou de haver uma relação sexual desprotegida. Deve ser tomada
logo que possível, uma vez que quanto mais precoce, maior a eficácia!

Os métodos contraceptivos de barreira evitam a entrada do esperma no


útero. Eles são removíveis e não possuem a influência de hormônios. Estes
métodos são indicados às mulheres que não podem ou não querem um
tratamento hormonal.

 Camisinha masculina

 Apesar deste tipo de camisinha ser voltada para o gênero masculino,

não deixa de ser um contraceptivo importante para as mulheres. É


pg. 3
sempre bom deixar uma ou duas na carteira (veja mais coisas que você

não pode esquecer aqui) para não ser pega desprevenida. Este método

serve para recolher o esperma e impedir que ele entre no corpo da

mulher. A camisinha é feita de látex e deve ser jogada fora após o uso.

Além de prevenir gravidez indesejada, previne contra doenças

sexualmente transmissíveis.

 Camisinha feminina

 Menos comum que a versão masculina, a camisinha feminina é inserida

na vagina antes da penetração para impedir que o esperma entre no

útero. É um método menos usado porque provoca um certo desconforto,

por isso o preservativo já é pré-lubrificado com silicone. Se você quiser,

pode usar lubrificantes à base de água ou óleo para melhorar o uso.

Assim como a camisinha masculina, impede a gravidez e o risco de

transmissão de DSTs.

 Diafragma

 O diafragma é um dos métodos contraceptivos menos conhecidos. É

feito de silicone, em forma de cúpula, ao redor de um anel flexível. Assim

como a camisinha feminina, deve ser inserido na vagina antes da

relação sexual. Para aumentar a lubrificação é indicado o uso de um

creme ou geleia espermicida.

 DIU

 O dispositivo intrauterino, mais popularmente conhecido como DIU, é um

método anticoncepcional de longa duração. O corpo reage ao DIU como

pg. 4
se fosse um corpo estranho, provocando uma inflamação no útero que

impede que os espermatozoides se fixem. Geralmente, ele costuma

prevenir a gravidez por até 10 anos. É composto por um pequeno

aparelho flexível, que deve ser inserido na mulher. O DIU também é

conhecido por ser reversível, ou seja, é possível engravidar logo após

retirar o dispositivo. A escolha do modelo ideal e o procedimento

devem ser feitos por um profissional de saúde.

Métodos contraceptivos hormonais

 Os métodos contraceptivos hormonais servem para controlar ou

interromper a ovulação, evitando a gravidez, através da influência

de hormônios para o corpo. Como não previnem contra as

doenças sexualmente transmissíveis, precisam ser combinados

com um método de barreira como as camisinhas feminina ou

masculina.

 Pílula anticoncepcional

 A pílula anticoncepcional, ou simplesmente pílula, com certeza é o

método contraceptivo mais conhecido, mas não deve ser considerado

como uma primeira opção. Pode ser usada desde a primeira

menstruação, mas por ser um meio hormonal, não é a melhor escolha

para todas as mulheres. Geralmente, toma-se um comprimido por dia

por um número determinado de dias (entre 21 e 28) e depois inicia-se

pg. 5
uma nova cartela. O melhor tipo de pílula para cada paciente deve ser

indicado por um ginecologista.

 Mirena

 O Mirena é um aparelho similar ao DIU, mas a diferença é que ele libera

uma pequena quantidade de hormônios, impedindo que ocorra uma

gravidez. Ele evita que a mulher ovule, e em cerca de 50% dos ciclos

também dificulta a passagem dos espermatozoides. Por ter essas duas

funções combinadas, é considerado um dos métodos contraceptivos

de maior eficácia.

Métodos naturais são aqueles que não utilizam nenhum método

artificial, que usam somente o ciclo corporal para evitar a

concepção. Esses são métodos aceitos por religiões que são contra

métodos contraceptivos. Têm um grau considerável de ineficácia

na prevenção da gravidez.

Tabelinha

Esse método consiste em identificar o meio do ciclo para saber os dias mais férteis.

Coito Interrompido

O coito interrompido consiste em retirar o pênis da vagina antes da ejaculação e é


preciso auto controle por parte do homem.

Desenvolvimento

pg. 6
Os métodos contracetivos permitem controlar a reprodução, mas não só. No

caso do preservativo essa ação é mais abrangente: é o método mais eficaz

para proteger de doenças sexualmente transmissíveis , como, por exemplo,

a Sida, a hepatite B, o vírus do papiloma humano ou o herpes genital.

1. Preservativo masculino
 Vantagens
– Protege de doenças sexualmente transmissíveis;
………..
– Fácil de comprar e de ter sempre no bolso ou na carteira;
………..
– Existem diversos modelos adequados aos gostos e às necessidades
individuais;
………..
– Indicado em relações esporádicas.

 Desvantagens
– Há o risco, ainda que baixo, de se romper;
………..
– Retira alguma sensibilidade, embora a lubrificação dos próprios preservativos
ajude a atenuar este efeito; alguns modelos têm rugosidades que reforçam as
sensações;
………..
– No entanto, pode diminuir a espontaneidade da relação sexual e causar
desconforto quando se gera atrito, num coito prolongado.

2. Preservativo feminino
É um método contracetivo muito pouco utilizado.

Vantagens

– Protege de doenças sexualmente transmissíveis;


………..
– Especialmente aconselhado para mulheres que pratiquem sexo com
frequência e com múltiplos parceiros;
………..
– A probabilidade de rotura é inferior à do preservativo masculino e garante
proteção vulvar adicional.

 Desvantagens

pg. 7
– É difícil aprender a pô-lo corretamente.
………..
– Além de ser mais caro do que o preservativo masculino, é mais difícil
encontrá-lo à venda.

3. Diafragma

 Vantagens
– É fácil de usar;
………..
– A mulher não o sente e raramente é sentido pelo homem;
………..
– É reutilizável, podendo durar até 2 anos.

 Desvantagens
– Não protege contra a maioria das doenças sexualmente transmissíveis;
………..
– Pode provocar irritação vaginal;
………..
– É desaconselhável a mulheres que têm infeções urinárias, do colo do útero
ou da vagina.

3. Pílula
 Vantagens
– 99,9% eficaz se tomada corretamente;
………..
– Regula os ciclos e diminui a intensidade do fluxo menstrual;
………..
– Diminui ou mesmo elimina as dores menstruais.

 Desvantagens
– É desaconselhável a fumadoras com mais de 35 anos;
………..
– Formalmente contraindicada em doentes hepáticas graves, em
mulheres com elevado risco cardiovascular (hipertensas não
controladas, diabéticas) e com risco tromboembólico aumentado;
………..
– Perde eficácia quando há problemas gastrointestinais;
………..
– Pode causar hemorragias entre as menstruações

pg. 8
Conclusão

Os métodos contraceptivos garantem a prevenção


contra uma gravidez indesejada. Esses métodos não
são recentes, pois há registros de formas de prevenção
até mesmo na Antiguidade. Acredita-se que um dos
primeiros métodos utilizados foi um método
comportamental, o qual está, até mesmo, descrito na
Bíblia.

Um dos métodos contraceptivos mais populares da


atualidade foi lançado em 1960. Esse método que
garante a prevenção contra a gravidez e uma perda
temporária da fertilidade foi um grande avanço para a
sociedade

Ao elaborarmos este trabalho adquirimos novos


conhecimentos antes desconhecidos. Pesquisámos sobre
vários métodos contraceptivos, o seu modo de utilização,
eficácia, vantagens, desvantagens, efeitos colaterais e
algumas observações extras. Pesquisámos também
algumas imagens relacionadas com o tema pois estas
ajudam na compreensão da informação recolhida.
Gostamos de fazer este trabalho pois é um tema de
interesse geral embora já o tivéssemos abordado noutras
disciplinas pois nos anos passados nunca tínhamos
trabalhado tanto num computador.

atualmente existem métodos contraceptivos


hormonais que são as pílulas, adesivos entre outros.
também ha as camisinhas masculina e feminina, e os
métodos cirúrgicos como a laqueadura em mulheres e
vasectomia nos homens. cada método tem uma
eficácia diferente. os metodos contraceptiveis
impedem uma gravidez indesejada e também as DST.

pg. 9
Metodos contraceptivos

São processos que permitem reduzir as hipóteses de


ocorrer uma gravidez não desejada e prevenir a
transmissão das doenças sexualmente transmissíveis
(DST).
Existe uma grande diversidade de
métodoscontraceptivos, que podem ser classificados:
Reversíveis – São métodos que ao deixarem de ser
usados, permitem uma gravidez. Os métodos
reversíveis podem ser naturais ou não naturais e
dentro dos nãonaturais existem os métodos mecânicos
e químicos.
Irreversíveis - Destinam-se a casais que não desejam
mais ter filhos. Sua eficácia é total e exige uma
intervenção cirúrgica
Métodos contraceptivosmais usados:
Camisinha, DIU, Diafragma, Pílulas, Adesivos, Injeção,
Anel vaginal, Tabelinha e Mirena
Sabendo que :

1. O Anel vaginal é um pequeno anel flexível de superfície lisa, não


porosa e não absorvente, que contém etnogestrel e etinilestradiol.

2. O adesivo anticoncepcional é simplesmente um


material aderente que parece um esparadrapo
brilhante para ser fixado na pele, sendo bastante
eficaz na prevenção da gravidez, por meio da
liberação de hormônios. Os hormônios estrógeno
e progesterona são continuamente liberados,
entrando na corrente sanguínea através da pele,
onde impedem a liberação de óvulos pelos ovários
e também tornam o muco cervical espesso,
impossibilitando o esperma de atingir o óvulo.

pg. 10
3. O anticoncepcional injetável é uma injeção que
contém hormônios, seja apenas progesterona,
seja progesterona e estrógeno juntos, que
impedem o corpo de liberar óvulos e tornam
espesso o muco no colo uterino, que dura cerca
de 1 a 3 meses.Com as senguintes carcteristica: Elevado
nível de eficácia, facíl obtenção e fací de esconder.

Ao terminar este trabalho concluímos que é muito importante


para evitar uma gravidez indesejada os métodos
contraceptivos.Apesar de muitos escolherem métodos como
tabelinha,muco cervical,anticoncepcional,etc.É muito
importante a camisinha pois ela evita doenças sexualmente
transmissíveis. Enfim,existem vários tipos de métodos
contraceptivos basta escolher o que é mais seguro e acessível

pg. 11