You are on page 1of 2

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO A PACIENTES ACAMADOS

Tainã Figueiredo Santos(*)


Pamela Barbosa Santos
Rodrigo Bergami Carvalho
Maria Helena Monteiro de Barros Miotto(**)

INTRODUÇÃO. Nas comunidades abarcadas ou não pelo SUS, constata-se a


presença de pacientes acamados, sejam idosos, crianças ou aqueles com
necessidades especiais. Esses pacientes sempre são acompanhados por médicos e
enfermeiros, mas raramente por um cirurgião dentista. Os acadêmicos de
odontologia frequentam as unidades de saúde, mas não é comum atuarem neste
âmbito. Sendo assim, é imprescindível a inserção na grade curricular do protocolo
de atendimento a esses pacientes, de forma que seja possível prestar ações
preventivas e não só emergênciais.O trabalho educativo com os cuidadores também
é importante, pois alguns pacientes perdem a capacidade de cuidar de sua
higiene.OBJETIVO.Discutir a respeito da falta de capacitação dos cirurgiões
dentistas no atendimento a pacientes acamados.MATERIAIS E MÉTODOS.Trata-se
de uma revisão bibliográfica de artigos publicados.RESULTADO.Através do
levantamento bibliográfico vimos que a população acamada ainda sofre sem o
devido suporte, procurando o cirurgião dentista apenas em casos de dor crítica,
como a pulpar ou em casos que estejam impedindo a deglutição porém ,o protocolo
de atendimento se dá de forma preventiva, com ações de promoção de
saúde,relatando acerca da escovação, aplicação de flúor, pois a realização de
inúmeras restaurações sem a transmissão de conhecimento, principalmente aos
cuidadores, é ineficiente. Somente os casos mais graves deveriam ser
encaminhados ao centros hospitalares.CONCLUSÃO.Diante desta realidade,
vemos a necessidade do cirurgião dentista em estar preparado para suprir as
necessidades básicas de pacientes acamados, para que a população seja atendida
por inteiro, alcançando seus direitos de atenção básica como qualquer outro
cidadão.

PALAVRAS CHAVE: acamados, capacitação profissional, promoção de saúde


bucal.
1-Bizerril,et.al.PAPEL DO CIRURGIÃO-DENTISTA NAS VISITAS DOMICILIARES:
ATENÇÃO EM SAÚDE BUCAL. Rev Bras Med Fam Comunidade. Rio de Janeiro,
2015 Out-Dez; 10(37):1-8

2-Carlos Alberto dos Santoset,al.ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DOMICILIAR


AO IDOSO E A NECESSIDADE DE TRATAMENTO ENDODÔNTICO. Rev. bras.
odontol., Rio de Janeiro, v. 73, n. 1, p. 9-13, jan./mar. 2016.

3-Rocha et,al.ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DOMICILIAR AOS IDOSOS:


UMA NECESSIDADE NA PRÁTICA MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE.Revista
portal de divulgação (são paulo), 34, ano iii, jul. 2013.

4-Cavalcante et,al.QUANDO A SAÚDE BUCAL BATE À PORTA: PROTOCOLO


PARA A ATENÇÃO DOMICILIAR EM ODONTOLOGIA. Rev Bras Promoç Saúde,
Fortaleza, 29(4): 614-620, out./dez., 2016