You are on page 1of 6

05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16

01 UNICAMP 2011 Doenças graves como o botulismo, a lepra, a meningite, o tétano e a febre maculosa são causadas
por bactérias.
As bactérias, no entanto, podem ser úteis em tecnologias que empregam a manipulação de DNA, funcionando como
verdadeiras “fábricas” de medicamentos como a insulina.

a) Explique como a bactéria pode ser utilizada para a produção de medicamentos.

b) O botulismo e o tétano decorrem da ação de toxinas produzidas por bactérias que são adquiridas de diferentes formas
pelos seres humanos. Como pode ocorrer a contaminação por essas bactérias?

02 UNICAMP - Nos Jogos Olímpicos de Pequim, pouco antes do


início das regatas, ocorreu grande proliferação de uma alga verde do
gênero Enteromorpha na região costeira, levando à necessidade de
sua retirada antes das competições. Essa alga apresenta ciclo de
vida com alternância de gerações (abaixo esquematizado), no qual
ocorrem indivíduos adultos haplóides e diplóides.

a) Os diplóides são chamados esporófitos e os haplóides são


denominados gametófitos. Indique cada um dos indivíduos e fases,
assinalados na figura ao lado.(todas corretas - 100%, acima de 3 -
50%)

b) Que vantagens resultam do fato de a alga apresentar geração


gametofítica e geração esporofítica?

c) Em que momento se da a divisão celular conhecida por meiose?

3. UFRJ Os liquens são uma associação cooperativa entre fungos e algas. Tal associação permite que esses
organismos habitem ambientes inóspitos tais como rochas nuas, onde não sobreviveriam independentemente. Os
benefícios proporcionados pelo fungo para a alga podem incluir: proteção contra a dessecação e radiação excessiva,
fixação e provisão de nutrientes minerais retirados do substrato.
a) Explique por que a alga é fundamental para a sobrevivência do fungo nesse exemplo de associação cooperativa.

b) Cite três motivos para criação de um reino exclusivo para os fungos, não podendo incluí-los nem com animais nem
com as plantas.
4. COGUMELO versus CÂNCER
Cogumelos ajudam a combater o câncer, pois apresentam açúcares que estimulam a multiplicação de células
do sistema imunológico chamadas serial killers. Segundo estudos realizados no Brasil e no exterior, o teor
desses açúcares é especialmente elevado no cogumelo–rei (Ganoderma lucidum) e no cogumelo-sol
(Agaricus blazei). Essas e outras espécies já fazem parte do banco de germoplasma de cogumelos para uso
humano, projeto da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia que, com apoio de outras instituições,
cultiva esses fungos e testa suas propriedades farmacológicas e nutricionais.... Os cientistas também
desenvolveram um método para aumentar a produtividade dos cogumelos. Inspirados em uma técnica
chinesa chamada juncão, que consiste em cultivar esses fungos em ambientes alternativos, eles produziram
um substrato feito de capim, farelo de arroz, gesso e água. O método fez crescer a produtividade em cerca
de 250% ao longo de quatro anos.”
(Extraído da Revista Ciência Hoje, com
adaptações)
A figura ao lado é representativa do
ciclo reprodutivo dos cogumelos em
questão.
Baseando-se no texto, na figura e em
conhecimentos correlatos, responda.

a) O substrato citado está associado ao conceito de micorrizas ou saprófita? Justifique.

b) A qual grupo de fungos pertence esses cogumelos. Justifique.

c) Quais são os esporos assexuados? Justifique.

d) Quais são os esporos sexuados? Justifique.

05. UFF 2011 Podendo chegar até vinte metros de comprimento, o tubarão-baleia é o maior representante dos peixes.
Qualquer criatura marinha com esse tamanho é normalmente muito temida, mas por causa de sua dieta basicamente
planctônica ele não oferece ameaça ao homem. Entretanto, outros membros de sua superordem já causaram acidentes
a vários banhistas nas praias.
Com relação à dieta do tubarão-baleia, pode-se afirmar que ele come, principalmente:

(A) esponjas, ouriços-do-mar, estrelas-do-mar e tainhas.


(B) sardinhas, caranguejos, ostras e caravelas.
(C) tainhas, arraias, tartarugas e robalos.
(D) caranguejos, siris, sardinhas e tainhas.
(E) microcrustáceos, algas, protozoários e pequenos anelídeos.
06 Os liquens da tundra ártica constituem a principal fonte de alimento para renas e caribus durante o inverno.
As substâncias orgânicas do alimento desses animais, portanto, são primariamente produzidas por um dos organismos
componentes do líquen. Qual é esse organismo e que processo ele utiliza para produzir substâncias orgânicas?

a) Um fungo; fermentação.
b) Um fungo; fotossíntese.
c) Um protozoário; fermentação.
d) Uma alga; fotossíntese.
e) Uma cianobactéria; quimiossíntese.

07 UNESP 2011 Ao fazer uma limpeza no armário do banheiro, Manuela encontrou três pomadas, I, II e III, que, por
indicação médica, havia usado em diferentes situações:
a. para controlar o herpes labial;
b. para tratar de uma dermatite de contato(ALERGIA);
c. para debelar uma micose nos pés.
Manuela não se lembrava qual pomada foi usada para qual situação, mas ao consultar as bulas verificou que o princípio
ativo da pomada I liga-se a um componente da membrana celular do micro-organismo, alterando a permeabilidade da
membrana; o componente ativo da pomada II estimula a síntese de enzimas que inibem a migração de leucócitos para a
área afetada; o princípio ativo da pomada III inibe a replicação do DNA do microorganismo no local onde a pomada foi
aplicada.
Pode-se dizer que para as situações a, b e c Manuela usou, respectivamente, as pomadas

(A) I, II e III.
(B) I, III e II.
(C) II, I e III.
(D) III, I e II.
(E) III, II e I.

08 FAVIP 2011. As parasitoses ocorrentes no Brasil geralmente estão associadas às péssimas condições
higiênicosanitárias, sendo boa parte dessas doenças veiculadas pela água contaminada, como, por exemplo a:

A) Doença de Chagas.
B) Amebíase.
C) Filariose.
D) Leishmaniose.
E) Malária.

09 UFF 2010 As Doenças Sexualmente


Transmissíveis (DSTs) se tornaram um problema
de Saúde Pública na faixa etária de 12 a 16 anos,
dada a ilusão dos jovens em considerar que outras
formas de sexo (oral, anal, coito interrompido) não
apresentam riscos e que metodologias
exclusivamente contraceptivas (tabelinha, pílula
anticoncepcional) são suficientes para protegê-los.
Três adolescentes que se consideravam
contaminados por alguma DST resolveram se
automedicar,
usando um antifúngico (adolescentes A e B) ou
um antibiótico (adolescente C). A tabela ao lado
mostra a análise dos três adolescentes para
identificação das respectivas DSTs.

De acordo com a tabela acima, pode-se afirmar que:


(A) os medicamentos escolhidos pelos adolescentes A e B podem ter um efeito benéfico, visto que a gonorréia e a
candidíase são causadas por fungos.
(B) os medicamentos escolhidos pelos adolescentes A e C não terão qualquer efeito benéfico, visto que a gonorreia é
causada por bactéria, enquanto a AIDS é causada por um vírus.
(C) o medicamento escolhido pelo adolescente C pode ter um efeito benéfico, visto que a AIDS é causada por uma
bactéria.
(D) os medicamentos escolhidos pelos adolescentes B e C não terão qualquer efeito benéfico, visto que a candidíase é
causada por um fungo, enquanto a gonorreia é causada por um vírus.
(E) o medicamento escolhido pelo adolescente A pode ter um efeito benéfico, visto que a gonorreia é causada por um
fungo.
10 UERJ Três diferentes tipos de células, X, Y e Z, foram cultivados em meios de cultura apropriados, em ambientes
fechados e sob iluminação constante, na presença de ar atmosférico para as células dos tipos X e Y e de N2 para as
células do tipo Z.
A tabela abaixo mostra a variação das concentrações de três parâmetros, medidas ao fim de algum tempo de cultivo.

Amebas(MONERA), dinoflagelados(PROTISTA) e leveduras(FUNGOS) podem ter um comportamento similar ao


apresentado, respectivamente, pelas células do tipo:

(A) X, Y e Z
(B) Z, Y e X
(C) Y, X e Z
(D) X, Z e Y

11 . Primeiro, o suco obtido de uvas esmagadas é juntado a fungos do gênero Saccharomyces em tonéis fechados.
Depois de certo tempo, o fungo é retirado e o líquido resultante é filtrado e consumido como vinho. As uvas podem ser
colhidas mais cedo (menor exposição ao sol) ou
mais tardiamente (maior exposição) ao longo da estação. Um produtor que deseje obter um vinho mais seco (portanto,
menos doce) e com alto teor alcoólico deve colher a uva:
a) ainda verde e deixar o fungo por mais tempo na mistura.
b) ainda verde e deixar o fungo por menos tempo na mistura.
c) mais tarde e deixar o fungo por menos tempo na mistura.
d) mais tarde e deixar o fungo por mais tempo na mistura.
e) mais cedo e deixar o fungo por menos tempo na mistura.

12. Analisando o esquema adiante que representa o ciclo vital de uma alga
haplobionte (N) e com genoma igual a 8 cromossomos, responda:

Quais são os fenômenos celulares representados pelas letras A, B e C,


respectivamente?

a) A– mitose zigótica, B – meiose, C – fecundação


b) A– meiose, B – fecundação, C – mitose zigótica
c) A– meiose zigótica, B – fecundação, C – mitose
d) A– meiose zigótica, B – mitose, C – fecundação.

13 FUVEST 2011 O quadro abaixo lista características que diferenciam os


reinos dos fungos, das plantas e dos animais, quanto ao tipo e ao número de células e quanto à forma de nutrição de
seus integrantes.

Com relação a essas características, os seres vivos que compõem o reino dos fungos estão indicados em:
14 UFPI 2010
A esporulação é um tipo de reprodução assexuada, que ocorre em certos fungos e algas, iniciando-se com:
a. Estolões, nos quais desenvolvem brotos que originam novos indivíduos.
b. Esporos assexuais que são liberados no ambiente e germinam ao encontrar condições favoráveis
c. A formação de brotos, que ao se separarem do corpo do genitor, passam a ter vida independente.
d. Dois indivíduos geneticamente iguais que se originaram de um indivíduos unicelular.
e. Indivíduos a partir de um precursor único de forma partenogenética.

15 UFV 2010 Observe abaixo as fotos da microscopia de dois


tipos de fungos e a numeração I, II, III e IV indicada.

Assinale a afirmativa INCORRETA:


a) IV indica forma sexuada por gemulação de leveduras
formando brotos.
b) I indica um esporângio em cujo interior se formam esporos
haploides.
c) II indica uma hifa especial que cresce ereta, chamada de
esporangióforo.
d) III indica os aplanósporos que são adaptados à disseminação
pelo ar.

16. Os protistas são seres vivos que podem ser encontrados em toda parte, na terra e na água, assim como no interior
de outros organismos, onde atuam como parasitas ou simbiontes.
Sobre eles são feitas as afirmações a seguir:

I. Cada protista consiste de uma única célula procariótica, na qual o material hereditário se encontra mergulhado
diretamente no líquido citoplasmático.
II. Algumas formas parasíticas de protistas provocam doenças bastante conhecidas, como malária, febre amarela e
tétano.
III. O Reino Protista engloba seres vivos exclusivamente heterótrofos, pluricelulares, que se alimentam por absorção de
nutrientes do meio.
IV. As bactérias e muitos protistas atuam na digestão da celulose no interior do trato digestivo dos animais ruminantes,
como cabras, bois, carneiros, veados e girafas.

a) III e IV estão corretas


b) IV está correta
c) I e III estão corretas
d) I e II estão corretas
e) II e III estão corretas
GABARITO

01. a) Inicialmente, deve-se isolar o gene humano cujo produto se deseja obter. Esse gene é inserido num
plasmídeo — porção do DNA bacteriano —, obtendo-se, dessa forma, um DNA recombinante. Essa
molécula é reinserida numa bactéria, cuja descendência, ao expressar o gene, produzirá o medicamento
desejado.
b) No caso do botulismo, a contaminação se dá pelo consumo de alimentos em conserva mal
esterilizados. No segundo caso, isso ocorre pela infecção de ferimentos profundos por objetos ou terra
contaminados.
02.
a)1 – Gametófito, 2 – gametas (haplóides), 3 – fusão dos gametas, 4 – zigoto, 5 – esporófito, 6 – esporos.
b) A geração gametofítica, originada por indivíduos haplóides, é produzida por meiose espórica. A geração
esporofítica é produzida a partir do zigoto (diploide) formado pela união dos gametas (haplóides).
b) A meiose espórica, responsável pela geração gametofítica, gera variabilidade genética, assim como o
processo de união de gametas para a formação do esporófito. A geração esporofítica produz grande quantidade
de esporos, possibilitando uma grande dispersão da população e consequente ocupação de vários ambientes.
c) Na formação dos esporos (5 para 6)
03
a) Os fungos são organismos heterotróficos incapazes de produzir seu próprio alimento a partir de fontes
inorgânicas. Algas são seres autotróficos capazes de produzir matéria orgânica a partir de substâncias
inorgânicas pelo processo de fotossíntese. Essa matéria orgânica serve de nutriente para o fungo.
b) Parede celular composta por quitina, reserva energética de glicogênio, nutrição extracorpórea por absorção,
estrutura anatômica por hifas e micélio.
4. a) Saprófita, pois crescem sobre o substrato decompondo a matéria orgânica presente
nele. Nas micorrizas ocorre associação mutualística entre fungos e raízes de árvores.
b) Basidiomicetos, pois produzem esporos sexuados do tipo basidiósporos.
c) O esquema não apresenta esporos assexuados, que seriam produzidos a partir de mitoses.
d) Basidiósporos, pois são produzidos após fusão de hifas seguida de meiose (ocorre
recombinação de material genético).
5. E
6. D
7. E
8. B
9. B
10. C
11. D
12. D
13. C
14. B
15. A
16. B