You are on page 1of 17

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

CST - NÚCLEO COMUM

ALUNO

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO

Cidade
2019
ALUNO

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO

ALUNO

Trabalho de produção textual em grupo apresentado à


Universidade Pitágoras UNOPAR, como requisito parcial
para a obtenção de média semestral nas disciplina de

Orientador:

Cidade
2019
TENHO ESSE TRABALHO
NOTA GARANTIDA
TRABALHO DE QUALIDADE
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Curso: Ciências Contábeis


Semestre: 4°/5°
Disciplinas: Contabilidade Comercial, Mercado Financeiro e Capital,
Contabilidade de Custos e Industrial, Teoria da Contabilidade e
Noções de Atuária
Professor (es): André Juliano Machado, Cleverson Neves, Eric Ferreira
dos Santos, Joenice Leandro Diniz dos Santos e Regis Garcia
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO

PARTE 1
1. Áreas do Conhecimento
Esta PTG/PTI contempla os conteúdos das seguintes disciplinas:
Contabilidade Comercial, Mercado Financeiro e Capital, Contabilidade
de Custos e Industrial, Teoria da Contabilidade e Noções de Atuária;
2. Objetivo de Aprendizagem
Aplicar os conhecimentos de Contabilidade Comercial, Mercado
Financeiro e Capital, Contabilidade de Custos e Industrial, Teoria da
Contabilidade e Noções de Atuária na compreensão e análise dos
fatos ocorridos na Desentendida Modas S.A de modo a exploração
os conceitos abrangidos nestas disciplinas, bem como capacitar o
aluno para a tomada de decisão, estimulando o pensamento crítico.
3. Estratégia de ensino (instrução geral sobre a atividade)
Propõe-se que o caso seja lido e discutido por você e seus colegas
inicialmente para compreenderem o contexto e as características
da empresa, apresentada no caso. A partir dos atos e fatos
administrativos levantados, vocês terão a liberdade, com base na
literatura e no seu conhecimento sobre os conteúdos das
disciplinas envolvidas, de estabelecer as relações entre o seu
conhecimento e aquilo que é solicitado pela atividade, envolvendo
aspectos específicos. Assim, com base nos textos de apoios e nas
referências sugeridas, você e seus colegas poderão discutir os
fatos, o caso e seus aspectos, buscando construir uma percepção
crítica acerca da empresa na sua atuação competitiva.
4. Apresentação dos textos de apoio.
Segue abaixo os textos de apoio que resgatam alguns conceitos
que serão úteis para o desenvolvimento do caso.
ABERTURA DE CAPITAL
Ao abrir seu capital, uma empresa torna-se uma companhia de capital aberto, ou seja, passa
a emitir ações para o público em geral que poderão ser transacionadas em bolsas de valores
ou nos mercados de balcão. Esse conceito aparentemente simples envolve um processo que
altera significativamente a estrutura societária de uma empresa. O controle que antes era
exercido por um grupo concentrado de sócios passa a pertencer a um grande número de
novos sócios sem relação familiar ou de amizade com os antigos proprietários.
Em síntese, abrir o capital significa ter novos sócios.
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

A abertura de capital justifica-se por motivações técnicas ou decorrentes da cultura


da companhia emissora. A seguir veremos as principais razões para a abertura de
capital, que podem se apresentar em maior ou menor grau.
Razões para a abertura de capital
• captação de recursos de longo prazo para investimentos ou reestruturação de passivos;
• arranjos societários;
• utilização de ações como forma de pagamento em aquisições;
• liquidez patrimonial para os sócios originais;
• criação de um referencial de avaliação do negócio e da administração;
• profissionalização;
• novo relacionamento com funcionários; e
• imagem institucional.
Fonte: Pinheiro (2016)

OS IMPOSTOS RECUPERÁVEIS – PIS E COFINS

Programa de Integração Social - PIS


Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público - PASEP
Contribuição para o Financiamento de Seguridade Social - COFINS
Contribuições sociais
Fiscal
Auferir receita
Pessoas jurídicas de direito privada e as que lhes são equiparadas pela
legislação do imposto de renda, inclusive as empresas públicas e as
sociedades de econômica mista e suas subsidiárias
Faturamento mensal (receitas auferidas pela pessoa jurídica,
cálculo independentemente de sua denominação ou classificação contábil) para
as pessoas jurídicas em geral.
PIS/PASEP:
0,65% no regime de incidência cumulativa
1,65% no regime de incidência não cumulativa
COFINS:
3% no regime de incidência cumulativa
7,6% no regime de incidência não cumulativa
Por homologação

pesquisar mais Página da Receita Federal < www.receita.fazenda.gov.br >


detalhes
Fonte: Rezende (2 010).
O CÁLCULO E A ANÁLISE DO PONTO DE EQUILÍBRIO
O Ponto de Equilíbrio Contábil é obtido quando a soma das margens de contribuição
totalizar o montante suficiente para cobrir todos os custos e despesas fixos. Esse é o ponto
em que contabilmente não haveria nem lucro, nem prejuízo. Corresponde à quantidade que
equilibra a receita total com a soma dos custos e despesas relativos aos produtos vendidos.
O Ponto de Equilíbrio Econômico (QeE ou PEE) corresponde à quantidade que iguala a
receita total com a soma dos custos e despesas acrescidos do Lucro desejado, isto é,
representa a quantidade de vendas necessária para atingir determinado lucro.
Observação: para calcular o ponto de equilíbrio global para múltiplos produtos é necessário
seguir três passos: a) Passo 1 - Calcular primeiro a Margem de Contribuição Total (MCT) e o
Volume Total de todos os produtos envolvidos; c) Passo 2 – calcular a MCU média; c) Passo 3
– calcular o PE com base nas informações de gastos fixos disponíveis e no MCU média.
Fonte: Aparecido Crepaldi e Simões Crepaldi (2017).

NOÇÕES ATUARIAIS E A GESTÃO DE RISCOS


A prática de qualquer profissão está fundamentada na experiência de seus membros e no
conhecimento científico acumulado. A prática da profissão atuarial – e consequentemente
a prática da Gestão de Risco Atuarial – estará́ baseada e submetida a três abordagens
fundamentais:
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

a) Princípios: Posições fundadas na observação e na experiência. Princípios só́ serão alterados se


mudanças fundamentais ocorrerem em nossa compreensão do mundo observado.
b) Metodologias: Descrições de aplicações de Princípios para áreas definidas de prática.
Considerando que Metodologias representam o estado da arte, éprovável que elas
mudem conforme novas técnicas sejam desenvolvidas em várias áreas de prática.
c) Padrões: Regras de comportamento, incluindo, em particular, diretivas sobre quando
e como o julgamento profissional deva ser empregado. Alguns padrões são prescrições
de conduta profissional e normalmente não estão sujeitos a mudanças. Outros envolvem
julgamentos necessários para serem aplicados em Princípios e Metodologias, a
circunstâncias de prática, podendo mudar conforme mudem essas circunstâncias.
A Gestão de Risco Atuarial deve ser vista como um conjunto de ações e processos que
visam reduzir o impacto de uma ou mais variáveis do risco atuarial, estando as ações do
administrador desses riscos subordinadas a um conjunto de regras que atendam ao
interesse da solvência desses riscos.
Fonte: Rodrigues (2008).

A Estrutura Conceitual da Contabilidade – CPC 00 (R1)


A Estrutura Conceitual (CPC 00 – R1) estabelece os conceitos que fundamentam a
elaboração e a apresentação de demonstrações contábeis destinadas a usuários
externos. A finalidade desta Estrutura Conceitual é:
a) dar suporte ao desenvolvimento de novos Pronunciamentos Técnicos,
Interpretações e Orientações e à revisão dos já existentes, quando necessário;
b) dar suporte à promoção da harmonização das regulações, das normas contábeis
e dos procedimentos relacionados à apresentação das demonstrações contábeis,
provendo uma base para a redução do número de tratamentos contábeis alternativos
permitidos pelos Pronunciamentos, Interpretações e Orientações;
c) dar suporte aos órgãos reguladores nacionais;
d) auxiliar os responsáveis pela elaboração das demonstrações contábeis na
aplicação dos Pronunciamentos Técnicos, Interpretações e Orientações e no tratamento
de assuntos que ainda não tenham sido objeto desses documentos;
e) auxiliar os auditores independentes a formar sua opinião sobre a conformidade das
demonstrações contábeis com os Pronunciamentos Técnicos, Interpretações e Orientações;
f) auxiliar os usuários das demonstrações contábeis na interpretação de
informações nelas contidas, elaboradas em conformidade com os Pronunciamentos
Técnicos, Interpretações e Orientações; e
g) proporcionar aos interessados informações sobre o enfoque adotado na
formulação dos Pronunciamentos Técnicos, das Interpretações e das Orientações.
Fonte: CPC 00 (R1) - Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório
Contábil-Financeiro.

5. Orientações para a análise do caso e resolução da produção textual


Sugere-se o seguinte procedimento para a análise do caso: a) leitura e
análise individual do aluno; b) análise e discussão dos alunos em grupo;
ou c) desenvolvimento e apresentação da resolução das atividades. O
aluno pode se pautar nas informações dos textos bases para
compreender melhor a realidade do caso apresentado e nas leituras
complementares apontados pelas referências.
Na Produção Textual em Grupo (PTG) vocês deverão, num primeiro
momento, conhecer o contexto e a descrição da empresa Desentendida
Modas S.A.
Em um segundo momento, deve-se desenvolver criticamente aquilo que
é solicitado nos eventos atos e fatos administrativos do período de 2018
da empresa em análise. Desta maneira, para realizar as tarefas, sigam as

orientações fornecidas neste material e embasem-se em


fundamentações teóricas diversas (livros das disciplinas, tele
aulas, web aulas e outros materiais complementares, sejam estes
indicados pelos professores ou pesquisados por vocês).
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

PARTE 2 - SITUAÇÃO-PROBLEMA: O CASO DA DESENTENDIDA MODAS

1. Apresentação
Caros Aluno(s) do Grupo,
Seja(m) bem-vindo(s) a este semestre!
A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá
como temática o caso da empresa Desentendida Modas S.A que atua no
desenvolvimento e comercialização de roupas masculinas e femininas. A
empresa atua de maneira predominante com a comercialização. Este tema
irá possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos
desenvolvidos nas disciplinas deste semestre.
2. Situação-Problema e descrição geral da empresa

A Desentendida Modas S.A é uma das maiores redes de moda feminina e


masculina do Brasil. A empresa desenvolve e comercializa, utilizando
marca própria, uma ampla variedade de produtos de qualidade a preços
atrativos aos seus consumidores.
A empresa possui mais de 60 anos de experiência. Em 2018, os diretores
da empresa, ao analisar os relatórios financeiros consolidados constaram
que a empresa apresentou um faturamento médio de $ 600.000,00. No
mesmo ano, ela apresentou um ativo total de $ 2.500.000,00. Ela conhece
e acompanha as necessidades de seu público- alvo consolidado por já ter
construído uma relação de cumplicidade e confiança.
A marca da empresa é nacionalmente conhecida por ser forte e moderna, no
setor de comércio e varejo. Nesse sentido, a categoria A (primavera) de roupas
masculinas e femininas da empresa tornou-se uma das categorias de produtos
de maior impacto para a empresa. A categoria A de produtos é composta por
camisetas masculinas e femininas, que são fabricadas e comercializadas com
estampas temáticas, pensadas para a primavera, os quais consegue atingir os
públicos das Classes A, B e C. A categoria B (verão) de roupas masculinas e
femininas, por outro lado, é a categoria mais desejada pelos consumidores pela
qualidade dos produtos e pelos preços mais acessíveis. Por esta razão, algumas
filiais da empresa são especializadas na comercialização de mercadorias da
categoria B. Por este motivo, a Companhia passou a utilizar um formato de loja
chamado de “Desentendida no Verão”.
Sendo considerada uma das pioneiras do setor no e-commerce, a
Desentendida Modas S.A visa se fazer presente ao público cidades
brasileiras em que não possui lojas físicas, facilitando o contato com tais
clientes, no entanto as lojas físicas da empresa são bem avaliadas nas
cidades de médio porte. Além disso, o sistema de e-commerce da
empresa possibilita o atendimento satisfatório aos consumidores da
empresa que possui uma das maiores bases de dados do público-alvo.
Além das categorias de primavera e verão, a partir de 2018, a Desentendida
Modas S.A começou a expandir, buscando atender os seus clientes, com a
compra mercadorias de mercadorias para revenda, de modo atender os seus
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

clientes no outono e inverno. Cabe mencionar que ela ainda não produz as
roupas de outono e inverno por conta própria. Por esta razão, a empresa, no
momento, compra e revende as roupas masculinas e femininas de outono e
inverno. Tendo em vista a expansão, a empresa adotou a estratégia de
abertura de capital para melhorar o desempenho econômico-financeiro, de
modo a garantir novos investimentos para seus projetos de expansão. Além
disso, por causa do alcance de novos públicos-alvo, alguns cuidados com
relação a contabilização de impostos federais e estaduais foram tomados
para a correta contabilização e apropriação dos valores. A expansão da
empresa Desentendida Modas S.A, tem levado ela a se preocupar com a
estratégia de abertura e capital e com os impostos federais e estaduais, mas,
além disso, também com a gestão de risco, como normalmente ocorrem em
empresas de setores de alta competitividade, como no caso do varejo.
A especialização da empresa em também comercializar as mercadorias da
famosa categoria verão, tem levado o Controller responsável da empresa
a requerer análises de custos específicas por localidade e elementos
informacionais como relação base de termos conceituais, de modo a
melhorar os relatórios gerencias e, consequentemente, contribuir para a
acurácia das decisões tomadas pela administração.
3. Apresentação cronológica dos atos e fatos administrativos em eventos Caro
Aluno, esta seção descreve os atos e fatos administrativos que ocorreram em
determinados períodos na empresa durante o ano de 2018. Esta seção apresenta
5 eventos relativo às situações ou problemas de maior ou menor grau que afetou
a empresa em seu contexto. Neste sentido, cada seção pode abordar um
aspecto diferente sobre realidade da empresa, mas complementar entre si. Leia
atentamente as informações, atendendo ao que é solicitado.
EVENTO A. – a abertura de capital para melhoria do
desempenho econômico-financeiro em 08/2018
A abertura de capital foi a estratégia adotada pela empresa para
melhorar a sua performance econômico-financeira e garantir novos
investimentos para seus projetos de expansão. No entanto, para esse
processo de abertura de capital, a Desentendida Modas S.A identificou
três pontos importantes a serem observados:
Processo de abertura de capital (IPO).
Taxa mínima de retorno esperada pelos investidores para
serem sócios da empresa.
Estratégias de Governança Corporativa.

Neste contexto, vocês devem ajudar a empresa Desentendida


Modas S.A, atendendo o que se pede nos seguintes itens:
a. Considerando o processo de abertura de capital da Desentendida Modas
S.A, elabore um relatório apresentando todos os passos necessário para a
abertura do capital da empresa na Bolsa de Valores. Cite e explique quais as
vantagens e desvantagens da abertura do capital da empresa.
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

b. Considerando o projeto de abertura de capital da Desentendida Modas


S.A. e analisando as ações de empresas que operam no mesmo segmento
de mercado dela, foi observado um nível de risco, ou seja, um valor de
beta em torno de 1,2. É importante considerar que a taxa para aplicações
em renda fixa (RF) é 6% ao ano, e o esperado retorno do mercado nestas
circunstâncias giram em torno de 10,5% ao ano. Com base nessas
informações, determine a taxa de retorno mínima exigida pelos
investidores para comprarem ações da “Desentendida Modas S.A”.
c. Para atrair os acionistas, é necessário investir em mecanismos de governança
corporativa que propiciem a geração de valor de longo prazo para a empresa e
possibilite ao investidor acesso a informações financeiras tempestivas e
transparentes. Sendo assim, elabore um roteiro com as principais práticas de
governança corporativa que a “Desentendida Modas S.A” deve adotar para
alcançar o nível mais alto de governança corporativa da BM&FBOVESPA o
“Novo Mercado” e assim, deixar de ser uma organização de gestão familiar.

EVENTO B. – a comercialização das roupas de inverno e outono e


a contabilização dos impostos recuperáveis em 09/2018.
A comercialização de roupas de outono e inverno pela Desentendida
Modas S.A exige que se tenha o cuidado na contabilização dos
impostos federais e estaduais.
De acordo com a legislação tributária brasileira, todas as empresas que
sejam optantes ou são obrigadas ao Lucro Real, devem apurar os
impostos federais (PIS e COFINS) pelo regime não cumulativo. Nesse
regime, a empresa deve reconhecer e apropriar o crédito dos respectivos
impostos sobre suas compras, mas também deve apurar o valor dos
débitos desses mesmos impostos a cada venda efetuada.
O mesmo acontece com o ICMS, que é um dos impostos da esfera
estadual, no qual todas as empresas comerciais e industriais estão
obrigadas a efetuar o seu recolhimento, sempre obedecendo a legislação
específica do estado da federação onde a empresa está estabelecida.
Levando em consideração o contexto apresentado, em 09/2018 ocorreram
os seguintes fatos na empresa Desentendida Modas S.A durante o mês de
novembro:
Compras com crédito de impostos federais e estaduais $ 250.000,00

Vendas efetuadas no mesmo período $ 600.000,00


CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Os percentuais de impostos são:


Imposto Percentual
Percentual dos impostos federais (PIS e COFINS) regime PIS 1,65%
não cumulativo (recuperáveis): COFINS 7,6%
Percentual do ICMS, levando em consideração que todas ICMS 18%
as vendas foram efetuadas dentro do estado com alíquota
interna
Pede-se:
Com base nas informações apresentadas, apresente:
a. o cálculo dos impostos tanto das compras quanto das vendas
b. os respectivos lançamentos contábeis das operações ocorridas no período.

Observação: esta tarefa tem o objetivo de verificar o conceito dos cálculos e


lançamentos contábeis e a sua correta interpretação, portanto os lançamentos
podem ser efetuados como sendo uma única compra e uma única venda
realizada no período com os valores totais, tendo o pagamento sido feito a vista.

EVENTO C – melhorando o processo de tomada de decisão gerencia pela


contabilidade de custos e industrial em 10/2018
O Controller responsável por supervisionar a contabilidade de custos e
industrial e as decisões gerencias, pediu a você e sua equipe que realizem os
cálculos e as análises de custos sobre os dados da comercialização em uma
região. Em uma determinada cidade, a empresa Diversificada comercializa o
produto A (categoria verão) e o produto b (categoria primavera). Os dados a
seguir referem-se ao exercício encerrado de 2018:

A - Verão B-
Primavera
Unidades vendidas 12.000 18.000
Preço unitário de venda $100 $90
Custos variáveis por unidade $50 $40
Custos fixos identificados $ 500.000 $ 300.000
Custos fixos comuns aos três produtos $ 600.000
O cálculo e análise do ponto de equilíbrio é fundamental para avaliar as
políticas de preços, verificar a estrutura de custos e compreender a
lucratividade da empresa. Sabendo que esta análise é fundamental, o
Controller pediu a você e sua equipe para que calcule os itens.
Pede-se:
a. Calcule o ponto de equilíbrio em quantidade e em valores monetários
para o Produto A, considerando somente seus custos fixos identificados.
b. Qual o volume de vendas para o Produto B no ponto de equilíbrio,
considerando somente seus custos fixos identificados, para obter uma
margem de $ 400.000?
c. Caso a empresa deixe de vender o Produto B (Primavera), qual seria volume

de vendas no ponto de equilíbrio contábil para o Produto A (Verão)? Cabe


CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

mencionar que caso a empresa deixe de vender o Produto B (Primavera), os


custos variáveis e os custos identificados do Produto B deixam de existir.
d. Considerando a totalidade dos custos fixos, calcule o ponto de
equilíbrio global em termos de quantidade para a empresa.
Observação.: quando o ponto de equilíbrio é calculado considerando
apenas os custos fixos identificados, o volume obtido pelo cálculo do
ponto de equilíbrio para o produto X não cobrirá os custos fixos comuns.
EVENTO D – preocupações atuariais para a redução de riscos 11/2018

A expansão da empresa Desentendida Modas S.A, assim como ocorre


com a maioria das empresas que se encontram em setores de alta
competição, envolve riscos.
Quando falamos em riscos empresariais, certamente não estamos nos
restringindo aos riscos relacionados à gestão do negócio, muitos outros
riscos afetam as empresas como o risco cambial, risco político, risco
ambiental entre outros.
É justamente nesse sentido que os profissionais das mais variadas áreas
como a da contabilidade, da matemática e estatística e também da atuária,
entre outras, lançam mão de mecanismos que visam tornar esses riscos
administráveis diminuindo seus efeitos sobre a atividade da companhia.
Vocês estranharam o fato de estarmos nos referindo à atuária ao falarmos da
empresa Desentendida Modas? Afinal a atuária não se relaciona com
aposentadorias, com seguros, resseguros, coseguros e outras atividades afins?
Se lhe causou estranheza, não se preocupe, pois muitos outros entendem a
atuária como uma área restrita a essas atividades, porém não é bem assim. Veja
o conceito de atuário disponível no portal do Instituto Brasileiro de Atuária
– IBA:

“O Atuário é o profissional preparado para mensurar e administrar


riscos, uma vez que a profissão exige conhecimentos em teorias e
aplicações matemáticas, estatística, economia, probabilidade e
finanças, transformando-o em um verdadeiro arquiteto financeiro e
matemático social capaz de analisar concomitantemente as
mudanças financeiras e sociais no mundo.” (IBA, 2019, p.1).

Como vocês podem perceber, o atuário é considerado um arquiteto financeiro,


pois ao gerir riscos tem afinidade com as atividades financeiras, principalmente
as do mercado mobiliário, uma vez que se tratam de operações de alto risco.
Bem! Essa introdução que fizemos sobre a atividade atuarial tem uma razão.
Nós precisamos ajudar a empresa Desentendida Modas S.A a diminuir os
riscos relacionados às suas operações, portanto, precisamos explicar a seus
gestores alguns aspectos relevantes sobre os riscos inerentes à atividade da
empresa que podem influenciar seus projetos. Vamos em frente!
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Assim como fizemos ao lhe trazer o conceito de atuário, pesquisando,


citando e discutindo, vocês deverão pesquisar, referenciar e discutir
algumas questões de forma a contribuir para as decisões da direção da
empresa. Contamos com vocês!
Pede-se:
a. Qual é a definição de risco?
b. Quais os principais tipos de riscos envolvidos com a atividade empresarial?
Explique cada um deles para facilitar o entendimento da diretoria.
c. Qual a relação entre risco e incerteza?

EVENTO E – relação de termos conceituais contábeis para


relatórios gerenciais 12/2018
Ao contrário da Desentendida Modas S.A, em geral, muitos empresários não dão
a devida importância ao seguimento contábil e acabam deixando de utilizar, de
forma correta, as ferramentas contábeis. Isso ocorre, mesmo eles sabendo que a
contabilidade auxilia nas tomadas de decisões e ajuda a controlar todo o
patrimônio de forma mais coerente, colaborando eficazmente para o sucesso
dos negócios, podendo contribuir para as empresas aumentarem seu patrimônio
líquido e sua prosperidade empresarial.
Contudo, a contabilidade vem sendo reconhecida devidamente nas empresas.
Ao longo dos anos, tem evoluído juntamente com a sociedade, buscando
aprimorar e gerenciar todas as informações que contribuem para o processo de
tomada de decisão, considerando a evolução tecnológica, a concorrência
acirrada e a mudança de mercados. A junção destes fatores faz com que o
empresário necessite ainda mais a contabilidade para obter as informações
necessárias sobre a realidade das empresas e para, por meio dela, buscar
maneiras de tomar decisões que vise a vantagem competitiva operacional.
A Contabilidade é uma ciência social e seu objeto de estudo é o
Patrimônio, o qual é composto pelo conjunto de bens, direitos e
obrigações. O Patrimônio é um elemento inerente à todas as entidades,
sejam elas públicas ou privadas, ou mesmo pessoas físicas ou jurídicas.
Para reforçar o relatório gerencial com itens conceituais, o Controller da
Desentendida Modas S.A. precisa que vocês trabalhem na elaboração de uma
lista conceitual de termos contábeis. Assim, de acordo isso e com base no texto
acima e no CPC 00 (R1) que trata sobre a Estrutura Conceitual para Elaboração e
Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro, conceitue os seguintes termos
abaixo, buscando seus conceitos, contextualizações e exemplos, se for o caso.

1 Ativo
2 Passivo
3 Patrimônio Líquido
4 Receitas

5 Despesas
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

4. Questões para discussão e reflexão


Nesta seção são apresentadas algumas questões de reflexões a
respeito dos eventos (A, B, C, D e E) apresentados e analisados
anteriormente. Reflita sobre as questões e desenvolva o seu
pensamento crítico ao respondê-las.
Questão Reflexiva 1 (EVENTO A)
Sabe-se que a decisão de abertura de capital de uma empresa não deve
estar associada, exclusivamente, a uma necessidade imediata de
captação de recursos. Quando o horizonte de planejamento empresarial
indica uma futura necessidade, os dirigentes ou acionistas podem
promover colocações secundárias, ou primárias de pequeno porte, de
forma a preparar a empresa e o mercado para uma posterior operação
maior. Considerando o assunto sobre abertura de capital, cite e explique
as vantagens e desvantagens da abertura do capital da empresa.
Questão Reflexiva 2 (EVENTO B)
Empresas que mantém um rígido controle de estoque mesmo com um alto nível
de atividade operacional conseguem maximizar os seus lucros, pois essa prática
possibilita manter um estoque mínimo regulador, levando em consideração as
sazonalidades de mercado e também oferece maiores oportunidades de
negociação com os fornecedores. O controle de estoque não é um mero
capricho a ser adotado pelos gestores empresariais, mas sim uma obrigação
para manter a companhia organizada, produtiva e competitiva. Neste sentido, no
que diz respeito ao tema sobre controle de estoques de empresas comerciais,
cite e explique os principais métodos de controle de estoque e apresente suas
definições, refletindo sobre a diferença entre eles.

Questão Reflexiva 3 (EVENTO C)


Ao analisar os custos a pedido do Controller, foram calculados o ponto
de equilíbrio contábil e o ponto de equilíbrio econômico, considerando
cenários distintos. A razão de compreender os tipos de ponto de
equilíbrios pode ajudar a administração da Desentendida Modas S.A. no
processo de tomada de tomada de decisão em relação as roupas
masculinas e femininas, comercializadas pela empresa.
A abordagem do ponto de equilíbrio está muito associada ao contexto
contábil de resultado e dessa forma sua aplicação visa saber a partir de
que momento a empresa conseguirá obter lucro. Sua aplicação acontece
no contexto da relação custo, volume de vendas e lucro.
Em vista da existência de vários de tipos de equilíbrio, explique criticamente
a diferença entre ponto de equilíbrio contábil, ponto de equilíbrio econômico
e ponto de equilíbrio financeiro, considerando às situações em cada uma
delas se propõem para demonstra o ponto de equilíbrio.
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Questão Reflexiva 4 (EVENTO D)


Definir risco, compreender os tipos de riscos envolvidos com a atividade
empresarial e entender a relação entre risco e incerteza é a primeira etapa
fundamental para o processo de elaboração e avaliação dos projetos da
empresa, mas precisamos ir além.
Ao refletirmos sobre o conceito de atuário citado no texto do EVENTO D,
podemos levantar alguns questionamentos, que, aliás, poderão ser os
questionamentos que vocês receberão ao levar esses temas para a
direção da empresa.
a) A primeira reflexão diz respeito ao fato de vários profissionais atuarem
em atividades similares no que se refere à gestão de risco. O contador, o
economista, o administrador, o matemático, o estatístico, o atuário, enfim,
muitos profissionais podem atuar nesse processo. Nesse sentido, quais
seriam os principais conhecimentos necessários envolvidos com a
quantificação e mensuração dos riscos?
b) Diante do contexto apresentado no EVENTO D, podemos dizer que a
área atuarial é ampla ou restrita? Justifique sua opinião.
Observação: não se esqueça de pesquisar em várias fontes o conteúdo
solicitado em nossas questões e reflexões. E, também não se esqueça de
referenciar ao final de seu trabalho, conforme as orientações iniciais e
adicionais para a elaboração da PTG.
Questão Reflexiva 5 (EVENTO E)
Desde o início da civilização, a finalidade principal da Contabilidade é a de
acompanhar as atividades realizadas pelas pessoas, na acepção necessária de
controlar o desempenho de seus patrimônios, na função fundamental de
produção e comparação dos resultados alcançados entre períodos instituídos.
Deste modo, percebe-se que a contabilidade sempre esteve presente na
história da humanidade como um todo, ajudando no controle de bens,
tornando-se uma ferramenta indispensável dentro das organizações.
Reflita agora sobre este posicionamento contábil, pensando na devida
importância da Contabilidade para a evolução da Desentendida Modas S.A.
Para tanto peço que elabore um texto de pelo menos 10 linhas, abordando a
importância das aplicações das Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC) e
dos Pronunciamentos Contábeis (CPC). Cite e explique os princípios da
entidade e do regime de competência, explicando as consequências
negativas que ocorrem com as empresas que desrespeitam essas normas e
princípios, mencionando os CPC’s que falam a respeito de sua importância a
sua aplicação prática na contabilidade da empresa.
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

5. Orientações iniciais para a elaboração da PTG


A produção textual deverá obedecer às normas técnicas da ABNT,
incluindo os elementos pré e pós textuais (quando houver).
Veja a seguir a estrutura textual (de 10 a 17 páginas) sugerida:

INTRODUÇÃO
Na seção de introdução vocês deverão apresentar um breve resumo do
contexto apresentado os objetivos dessa atividade.
DESENVOLVIMENTO
Na seção de desenvolvimento, o grupo deverá abordar os eventos
apresentados na PTG, sintetizando os problemas e apresentando suas
respectivas respostas. Na medida do possível, o grupo deverá se pautar nas
em livros, no texto-base e nas referências recomendadas para criar o
embasamento teórico. O grupo pode utilizar também os Livros Textos das
disciplinas do curso, web aulas, tele aulas, materiais complementares
disponibilizados juntamente com as tele aulas e aulas atividades, materiais
disponibilizados na biblioteca digital, entre outros materiais de apoio.
A estrutura dentro da seção de desenvolvimento deve contemplar cada
EVENTO do caso (A, B, C, D e E), que pode ser apresentado como sendo
uma subseção ou um capítulo dentro da seção de desenvolvimento.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Na seção de considerações finais o grupo deverá fazer uma análise dos
principais aspectos discutidos ao longo do trabalho, apresentando os
seguintes pontos: a) a retomada do objetivo; b) a apresentação das
respostas aos comentários de reflexão; c) uma síntese dos problemas e das
soluções DE CADA EVENTO (A, B, C, D e E) do caso analisado, comentando
a respeito da situação de maneira crítica, e; d) as possíveis limitações que
podem ocorrer em cada evento. Por exemplo: “No evento B do caso desta
PTG, a contabilização equivocada pode levar a apresentação incorreta dos
valores de impostos recuperáveis no balanço patrimonial”. Ademais, nesta
seção, vocês têm a liberdade para a) reapresentar os problemas e a soluções
encontradas, de maneira resumida; b) apresentar opiniões críticas sobre o
caso da empresa, de modo geral, sugerindo novos caminhos para que a
empresa Desentendida Modas S.A aumente a sua competitividade
6. Orientações adicionais para a elaboração do caso

A resolução da situação-problema deverá ser registrada em forma de um


relatório descritivo, que deverá ser postado em seu ambiente virtual.
Neste texto vocês deverão obedecer às seguintes normas:

a) Abra um documento no Word seguindo as normas da ABNT.


Acesse a Biblioteca Digital, clique em “Padronização” e escolha as
opções “Trabalhos acadêmicos – Apresentação” e “Modelo para
elaboração de Trabalho Acadêmico”;
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

b) Este relatório deverá ser redigido na seguinte estrutura: capa de


abertura, descrição separada de cada um dos itens solicitados na SP,
acompanhada do detalhamento solicitado para cada um desses itens.
c) A Produção Textual Interdisciplinar em grupo deverá,
obrigatoriamente, ser apresentada à turma no momento da aula
atividade da disciplina de Seminário Integrador.
d) O trabalho deve ser realizado em grupos com no mínimo 2 e, no
máximo, 7 integrantes. Ao formar o grupo, um aluno deverá ficar
responsável pelo cadastro do grupo no portfólio. Somente após o
cadastro o grupo deverá enviar o trabalho. Assim, apenas um aluno
deverá cadastrar o grupo e enviar o trabalho do seu grupo.
e) Ao definir quem serão os participantes do grupo, informe seu tutor
de sala. Isto é importante para ele acompanhar e saber quem são
os grupos que já estão formados. Lembre-se que é
responsabilidade do aluno acompanhar o cadastro do grupo pelo
aluno responsável, bem como acompanhar a inserção da atividade.
f) Quando o aluno responsável pelo cadastro do grupo e pelo
cadastro de atividade não realiza os procedimentos dentro do prazo
devido, todo o grupo fica prejudicado.
g) Salientamos que todos os alunos devem acompanhar a formação
do grupo e a inserção da atividade direta de sua área restrita.
h) Todos os alunos deverão participar da apresentação dos trabalhos
e serão avaliados individualmente pelo tutor de sala.
i) Tempo de apresentação: cada grupo terá no mínimo 10 e no
máximo 20 minutos para apresentar os trabalhos.
j) Em caso de dúvida para elaboração do trabalho, vocês deverá buscar
orientações na sala do tutor. Atenção aos prazos de postagens!
Apresentação dos Trabalhos
As apresentações acontecerão no período das Aulas Atividades da
disciplina de Seminários conforme especificado no cronograma.
Cada grupo terá no mínimo 10 e no máximo 15 minutos para apresentar
os trabalhos e TODOS os alunos deverão participar da apresentação dos
trabalhos e serão avaliados individualmente pelo tutor presencial, que
será responsável por organizar os grupos e inserir as avaliações nas
fichas de apresentação no sistema.
Estrutura da Apresentação
A estrutura da apresentação deverá seguir a ordem de acordo com as
instruções a seguir:
Slide 1 – Nome do Curso / Semestre / Nome dos integrantes do grupo /
Polo - Ano/Semestre (ex: Uruguaiana - 2019/1)
c) Slide 2 – Tema do Trabalho
b)
d) Slide 3 – Introdução
e) Slide 4 a 7 – Desenvolvimento
f)
Slide 8 e 9 – Conclusão Slide
g)
10 – Bibliografia
CURSO BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Orientações Gerais para a elaboração dos Slides


Os slides deverão ser elaborados com fonte ARIAL com tamanho
no mínimo 20.
Cuidado para não sobrecarregar os slides com informações, prefira
indicar os pontos/tópicos explanado por cada integrante do grupo.
Lembrem-se: domínio do conteúdo é essencial para uma boa
apresentação. Além disso, o grupo poderá utilizar imagens para
ilustrar a sua apresentação.
7. Referências recomendadas

APARECIDO CREPALDI, S.; SIMÕES CREPALDI, G.


Contabilidade gerencial: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2017.
COMITÊ, DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 00 (R1):
Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório
Contábil-Financeiro. Brasília, dez, 2011
GOVERNANÇA CORPORATIVA E O NOVO MERCADO: Uma estratégia de
capitalização para o setor sucroalcooleiro. Disponível em: <
http://sistema.semead.com.br/9semead/resultado_semead/trabalhosPDF/326.p
df >. Acesso em: 30 jan. 2019.
PINHEIRO, Juliano Lima. Mercado de capitais. 8. ed. São Paulo: Atlas 2016.

REZENDE, Amaury José. Contabilidade tributária: entendendo a lógica dos


tributos e seus reflexos sobre os resultados das empresas. São Paulo:
Atlas, 2010.
RODRIGUES, José Ângelo. Gestão de Risco Atuarial. São Paulo:
Saraiva, 2008.
SILVA, Everaldo José da; LIMA, Maria da Glória; MARZIALE, Maria Helena
Palucci. O conceito de risco e os seus efeitos simbólicos nos acidentes
com instrumentos perfurocortantes. Rev. bras. enferm., Brasília , v. 65, n.
5, p. 809-814, Oct. 2012. Disponível em: <
http://www.scielo.br/pdf/reben/v65n5/14.pdf >. Acesso em 31 jan, 2019.
SINATORA, J. R. P. Mercado de capitais. Londrina: Editora e

Distribuidora Educacional S.A., 2016. v. 1, 224p.

Bom trabalho a todos!


Equipe de professores.