You are on page 1of 4

c 

c 
 
      
   
  
 

    

 

 
 
   
   

!
 !


  " 
  
#$    
 
%$ & 
'
    


       



  
   


 
 
  (     ) 
*   + 
 "
 

 Tratado da Natureza Humana 
 ) 
,-.   
 ! /
    

!



   



 
 




 0   #
 Ensaios Morais e Políticos 1234   

 



( 
    
 
  
  5
 Ensaios Filosóficos sobre o Entendimento Humano 1264  
 
/(5
 17648 Investigação (Inquiry) sobre o
Entendimento Humano . 
 


 59  '  
 
5

" 
   
  : 
 ;
$ 
 /        c<, <7
 / 
 9  = 

   


 <<
  
>

  ?    
  
 
  <6# /

 ) 
%

   Investigação sobre os


Princípios Morais 174 
 História da Inglaterra 1727-4 
História Natural da Religião 174#  

 1<4' 
 
-

 Diálogos sobre a Religião Natural 

 
'

%$  
  &

 Tratado da Natureza
Humana  


 
 
  8!:     (5
   9  
 " 
 
. /

   
       @ 
  9   ) A
  '

 


!
!
5 

 



!

+
!

 
 
8

+


(5
 


+
951(+
 9+
4%5
 
    

'" 9"    
B 
%   
 
     
 
# 
   
 !

+
! ''C
  
 
  /
 
 
  
"  '
  


  5 a intuição originária ou o vivido .     
 D  ;  C
 8!E 

  
 

' 

   

 @ (5      9    
 

   

  


+
!=    @


5 

 
   qual é o conteúdo da consciência que se
oculta sob as palavras   


D   
 


 
F9
    
 ' 




B.
' 



+

 
 



  
B.''   


5'   



 "vividness""liveliness" 
 
 '
 



  
1 

) /'! 
   
'  


 
!4
uu   
   
.

  (5 
  /  ' 


  
     
 
'
 5



 

 9"    =9  


 
 1


 





 '  
 /  
 (54 ' / ' G  H
  (5

/  !    


5'
 

!I   9  ' 


 
  1 
/       
    5 /  4
 


  
  
c 

 B.' 

5 
 

 B.
! 
 (5!
  
 
   '  
'



(+
8
!%

  





'    '


/ '  5     '
  
 


 
 


5 

 
 
 ( '
 
 
/ / 
 
  



!J 
    

 /



  
 5   /  
 9"   

5   



 '  

  
' 
8
K

   9"  9 8 '   
 
    '  
  


 ' '  
 (58  5' G u

 G  L


' 5 '"


 

5E '


 9"  '  '  G  




 G uL

 5
    .(5 
   
5
'
 
(5J ' 
 G 
 u/ 
conjunção constante 
 5  conexão necessária K
 'u

 
'
   L
 5 
 '    'u

 .
9"  9  
   e depois  5/  porquê 
Ô 9  
  

9"  
     9 ' (
 '
     
"  
 %5
 '     
 #'   (  
%5 '      
  BL





9"   5 
   '   K
 

 

8    ''   (
 '
  
%5
 
  '   
  9 

   (:    '   (
  


  
  '   

 

  
      



      5 
 
  (5
 )   
  

 

5'
 

    L     
'      
 
5   ' c
 
  .



 MJ???

 

9   
  /

    
 "
.  
' 
  

''  
 
 depois '



 

 realizamL
 5 
  porquê  5 9"   
 95necessária=   /   (5   
 8 "Se
tivéssemos o poder de afastar as montanhas ou controlar os planetas, esse poder não
seria mais extraordinário" 
àF  
"      
 

5 
  


Bc '  95    


' B
L

 
 



 


  5= 
 5
 '@ 1 
4 
 (5
' 
.   ' 
  9
"   
 

5 
(
 (5 


 5   95  

/  

 
 
= 
    
5
+%59
   

5 "   

 &'   '   
 9 


crença  / 

  (5

='
/'
 
/ '   '(BE'
  '  (5


 

  
  9"  

  (5 
/K  /   
/8 
#
 (!   
5'   





'
9"  !'   (5 

  
  



    @''     .  
   9"  '       "     /
= 
    

  
 59
  
 

 "A
necessidade é algo que existe no espírito, não nos objetos." 
 à  
&

 5   
H9 
    
 (    
  
  

 c  não


existe, na idéia de causalidade, senão o peso do meu hábito e da minha expectativa 

    (5 / ' ' L



9    5      
    
   (5
'

/  '  



N "Qualquer coisa, diz Hume, pode


produzir qualquer cois a."% 

(+
 
 u 5
  u
L

"matters of fact"    .'#5'    @
 9  "

  1'
0   
 '
 
    


  5
'
  

 




NN4        /@
 
9"  &  
    9  
5

    5    =
' /
(  

 /


     (5   
  8 "Quem reduz o costume a
seu princípio, anula -o"
&  
 
  
/ 
    


=     
 ' 


 
  
     
5
  
 

+ 

 
 '
   '   

  (+
 
 
     
  
 
  "  9  % 
   o ceticismo de Hume, ao abolir o princípio de causalidade, lança a suspeita
em toda ciência experimental  

 
     



+
   (5/.    '
 
 
  
      "   
   #   
  (5'   '

 

 
0 
D    (5
 (


 


' 
  
 
E

    (5/

  
   

 

'  
 

 
'   
  
   (5 

 
'  
=


!
 
! 

!'  
! 5

 5

   
 
# '    '
  
 
 
'

      '    /  


/

 '  F  

  
 F      

!  
+


  

  
 
 

   
 !#

 ! 
"
' 

5'


 @
 


  (+


   5
5( 
 
' 5  
     / 
 '

!.  (   



  
    95  
  . 

 
    

   
9
K 
 
 5
 
   
 
 




 
 

 %  
'
 
  

    
  95


 =
 5
'    !
 !  



 "
'
 
'       
 
 °higs 

tories
|