You are on page 1of 14

1

3
5
4.INTRODUÇÃO

O presente relatório tem como principal objetivo relatar as atividades


desenvolvidas durante o estágio curricular supervisionado desenvolvido na
área de educação. O referido documento tem como finalidade principal
apresentar o desenvolvimento de um projeto na área de artes, especialmente
de poesia.

Estes escritos tem a pretensão de elencar as atividades desenvolvidas durante


o período de estagio, aproximando o leitor das propostas educativas que foram
experienciadas durante este período.
7

5. ANALISE DO ESTÁGIO

5.1 Planejamentos das atividades

O estágio supervisionado ocorrerá no período de a quando as crianças


terão a oportunidade de conhecer autores brasileiros que produzem poemas
infantis e outros que escrevem para apreciadores em geral. Inicialmente a
poesia será mostrada e lida em classe para encantar e despertar o interesse
dos aprendizes. Também serão oferecidas algumas poesias conhecidas para
serem ilustradas.
Após esta etapa, a professora escreverá algumas poesias no quadro e em
cartazes para aprofundar o aprendizado sobre as características da estrutura
dos poemas como estrofes, frases curtas, alinhamento ou a falta deles, os
versos e as estrofes. Em seguida vamos explorar os aspectos fonéticos do
gênero artístico, a sonoridade das palavras e as rimas, quase sempre
presentes. A turma será estimulada a observar o título e o autor dos poemas.
A classe escolherá as poesias preferidas, através de votos que será
representado em forma de gráficos. Ao apropriar-se do gênero, as crianças
serão incentivadas a produzirem os poemas de forma coletiva, tendo a
professora como escriba. No final, promoveremos uma mostra escrita dos
poemas ilustrados, a produção de poesias de autoria dos alunos e um pequeno
recital apresentado para outra classe da escola.

5.2 Metodologia

A principal ação utilizada será a observação da reação dos alunos ao entrar em


contato direto com os poemas e se os mesmos fazem a aquisição de saberes
durante o processo de aprendizagem.
5.3 Caracterizações da escola

O estabelecimento de ensino no qual foi realizado o estágio, é uma escola


pública, conveniada com a prefeitura da cidade de Camaçari, com cento e vinte
e oito alunos e cinco classes, sendo que duas no turno matutino e três no
vespertino. A instituição possui dois banheiros para os alunos e um para os
funcionários, tem uma cozinha e um pequeno pátio na entrada. A escola não
possui nenhum espaço para recreação ou educação física, e nem jardins.

5.4 Observações obtidas

Ao apresentar inicialmente o poema Às borboletas de Cecília Meireles a


maioria dos estudantes demonstrou muito prazer e interesse ao ouvir o texto. A
partir daí o poema passou a ser parte das aulas e as crianças apropriaram-se
do gênero textual, reconhecendo as características reais.
Ao passar para a fase de observação da forma escrita, o grupo foi estimulado a
explorar os elementos conhecidos de memória ao texto escrito e transcrever
para o caderno, observando sempre o título e o nome do autor.
Foi distribuída entre os alunos cópias de poemas conhecidos com lacunas para
os educandos preencheram de acordo com a sua hipótese de escrita que será
confrontada com a forma ortográfica convencional. Essa atividade propiciou
aos educandos oportunidade de exercitar a escrita espontânea de forma
natural.
A partir daí, as rimas começaram a ser exploradas, sublinhadas, repetidas e
associadas a outras. A musicalidade das palavras e a entonação também foram
exploradas nesta etapa do processo. As crianças foram convidadas a recitarem
os poemas com vivacidade, o que fez surgir recitadores empolgados.
Os estudantes solicitaram que pudessem escrever poesias para colocar os
seus nomes no texto.
Assim, a produção textual coletiva aconteceu naturalmente, cabendo a
professora organizar as falas, incentivar a inventividade das rimas dentro de
uma lógica poética e escrever na lousa o poema, apagando e sugerindo
correções sempre que se fazia necessário. O que rendeu excelentes poemas.
9

Ao serem perguntadas sobre o prazer de realizar trabalhos com poema, as


crianças responderam com alegria sobre o prazer de realizar essas atividades.

5.5 As facilidades e dificuldades encontradas

Durante o período do estágio a implantação do projeto foi tranquila com uma


excelente aceitação por parte dos educandos, que demonstraram grande
interesse pelo tema e, em sua maioria, demonstraram apreciar bastante as
obras. Com exceção de um aluno da turma, primeiro ano (sete anos) que fala
de poesia como se fosse coisa só para meninas. Os alunos também
demonstraram dificuldade em compreender os poemas de Castro Alves, o que
tornou necessária uma maior contextualização da época das produções uma
constante consulta ao dicionário e a solicitação constante para a construção de
imagens poéticas.
O tema adequou-se perfeitamente ao currículo escolar em diversas áreas do
conhecimento. Adentrou-se na história ao ler Castro Alves, em matemática ao
traçar a linha do tempo de Tarsila do Amaral, em Geografia ao estudarmos as
produções de Patativa do Assaré, que forneceu uma excelente discussão
linguística. Os alunos produziram poemas sobre a degradação e preservação
do meio-ambiente, o que abrilhantou as aulas de ciências naturais.
Com os alunos do primeiro ano, o principal foco foi a apreensão do código
gráfico de representação fonética da língua portuguesa.

5.6 As aprendizagens decorrentes do estagio


Ao desenvolver as atividades com poema, o enriquecimento cognitivo acontece
de forma prazerosa tanto para o aluno, quanto para o professor. Alcançar
objetivos educacionais essenciais como saber opinar, utilizar a entonação e
postura adequadas para diferentes situações comunicativas, reconhecer e
utilizar elementos não linguísticos na comunicação conferindo uma maior
significação, inferir sobre intencionalidade de elementos textuais, identificar a
finalidade do texto, produzir textos observando suas características, ampliar o
repertório de palavras, utilizar dicionários planejar e revisar produções textuais,
aprimorar os aspectos gramaticais e ortográficos, conhecer autores diversos,
através de poemas, traduziu-se em uma fonte de inspiração e conhecimento
sobre essa relevante ferramenta de ensino.

6. AVALIAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

O estágio foi extremamente proveitoso para o crescimento da prática docente,


bem como para a ampliação e constatação de conhecimentos pedagógicos.
Uma das atividades mais relevantes foi o registro, pois este permite uma
melhor visualizarão do trabalho desenvolvido e a reflexão sobre o mesmo. O
que encantou foram os poemas e muito mais o deslumbramento dos alunos
diante das novas descobertas.
11

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ao experienciar a arte-educação no contexto escolar de forma significativa para


os estudantes, colhe-se excelentes resultados. Entretanto o trabalho deve ser
planejado para estar de acordo com as propostas curriculares do
estabelecimento de ensino, ser sedutor para os alunos e perfeitamente
exequível, dentro da realidade da classe e das possibilidades oferecidas pela
comunidade em que a escola está inserida, bem como as opções que o
estabelecimento educacional pode propiciar aos educandos.
O professor deve estar atento ao fato de que as artes possibilitam a inserção
do aluno em diferentes possibilidades sociais, o que tanto pode causar
estranheza, com também favorecer a ampliação da consciência crítica dos
aprendizes.
De acordo com Santa Rosa (2006), a arte é a expressão dos pensamentos e
habilidades dos homens ao longo da história a humanidade, por isso, é grande
a responsabilidade do professor ao propor atividades artísticas para um grupo
de estudantes.
8. RECOMENDAÇÕES GERAIS

Trabalhar com poesia é algo tão sublime que todo profissional da área de
educação deveria incrementar o seu trabalho com as mesmas, tornando as
aulas mais alegres e despertando nos alunos o prazer enlevador de desfrutar
desta forma de arte.

A minha recomendação para os docentes é que pesquisem, leiam, descubram


novos autores e consagrem os clássicos, tornando-se um grande exemplo para
os estudantes. Afinal, todos nós sabemos os benefícios advindos de bons
hábitos de leitura, logo, despertar os alunos para ler essencialmente para ter
prazer será de grande valia para a formação de indivíduos capazes de sonhar
e idealizar um mundo mais justo e digno do qual ele pode participar de forma
ativa.

Incrementar o processo de alfabetização e letramento com poesias, este


gênero que favorece tanto a consciência fonológica , também é um grande
ganho para o processo de aquisição do conhecimento.
13

9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BARBOSA, Ana Mae Tavares (org). Arte-educação: leitura no subsolo - 6.


ed. - são Paulo:Cortez, 2005
MOYLES, Janet R. A excelência do brincar ... [et al.];trad. Maria Adriana
Veríssimo.- Porto Alegre:Artemed,2006.
SANTA ROSA, Nereide Schilaro e SCALÉA Neusa Schilaro, Arte-educação
para professores: teorias e práticas na visitação escolar. Rio de Janeiro:
Pinakotheke, 2006.
TATIT, Ana; Machado, Mª Silva M.300 propostas de artes visuais. SP; Loyola,
2004.
10. Anexos