You are on page 1of 170
Merah -PROTESTANTE Pre eee me ea a sociologia o que A origem das espécies, de Darwin, eee eee ee Freud, para a psicandlise: um livro inaugural, um Se Ren ron on ns teen oR ti yea ene pliado pouco antes da morte do autor, em 1920, este ensaio instaurou uma nova maneira de com- Pee eee seer arte Num texto breve e de escrita limpida, Max Weber | AX | WEBER © ©" “ESPIRITO’ DO CAPITALISMO EDIGAO DE ANTONIO FLAVIO PIERUCCI identificou a génese da cultura capitalista moderna nos fundamentos da moral puritana.© método exem= oath oe eu a ea aun Soon Weber um dos trés grandes pilares da sociologia Dee Ca ete cane ee Ue Esta edicio, traduzida do alemio por José Mar= cos Mariani de Macedo e coordenada pelo socidlo» Per Wn EvOn eee Te nr Oe ese r int tren Penn ecco et en SMR oe Gee Seok ener s OTL 1 | = Leer) Este livro faz parte da rara cate- goria das obras fundadoras do pen- ‘samento cientifico moderno. Langa- do em 1904-5 eampliado em 1920, A ética protestante ¢ 0 “esptrito” do ca- pitalismo procura compreender um fenémeno observado na passagem do século XIX para 0 XX: 0 maior de- senvolvimento capitalista dos paises de confissio protestante €a maior pro- porgio de procestantes entre os pro- prictérios do capital, empresétios ¢ in- tegrantes das camadas superiorcs de mio-de-obra qualificada. Max Weber procurou responder a essa questio articulando conceitos da entio nascente sociologia alema com a velha teologia protestante, pa- ra que o capitalismo fosse compreen- dido no em termos estritamente econdémicos € materiais, como um modo de producio, mas como um “espirito”, isto é, uma cultura, uma conduta de vida cujos fundamentos morais ¢ simbélicos estdo enraiza- dos na tradigio religiosa dos povos de tradicZo protestante puritana. A ousadia de Weber ressoou so- noramente nas ciéncias humanas do século XX e chegou aos cem anos em pleno vigor nas universidades de to- doo mundo. O leitor brasileiro, no entanto, até agora nio teve a oportu- nidade de ler uma tradugio como esta, feita a partir de um cotejo do texto de 1904-5 com o de 1920. E A TICA PROTESTANTE £0 “ESP{RITO” DO CAPITALISMO, MAX WEBER A 6ética protestante €0 “espirito” do capitalismo José Marcos Mariani de Macedo Anténio Flivio Pierueci eorenipresso ome ho